Cachorra adota corredora de elite e acompanha treinos com ritmo de 3:45min/km

Por Sarah Lorge Butler, da Runner's World US

Cachorra adota corredora de elite 1
Foto: Cortesia Stephanie Pezzullo

Cachorra adota corredora de elite e acompanha treinos com ritmo de 6min/km, em Ocala, na Flórida (EUA). Stephanie Pezzullo estava correndo em meados de dezembro ao longo da Trilha Santos, uma rota pavimentada saindo da cidade. Sem corredores, sem caminhantes, sem ciclistas.

Veja também: Corredora resgata cãozinho durante maratona e corre 30 km com ele no colo 

Encontro inesperado

Pezzullo estava se preparando para uma corrida quando uma cachorra se aproximou. Cabeça marrom, corpo branco, com manchas pretas. Uma vira-lata

“Ela literalmente surgiu do nada”, disse Pezzullo, 36 anos. “Ela veio até mim e colocou o rosto no chão. Eu parei de correr. Eu fiquei tipo, “Oh, você é fofa, mas eu tenho que treinar.”

Ela começou a correr no seu ritmo, mais rápido do que 3min45 minutos por quilômetro. E a  cachorra a acompanhou o tempo todo.

Ela tinha um dia atarefado pela frente. Pezzullo, que fez 2:32 na Maratona de Chicago em 2012 e se classificou para a Maratona Olímpica de 2020, treina cerca de 25 corredores e triatletas. Mas ela não podia simplesmente deixar a cachorra ali. Ela decidiu, então, colocá-la no carro e ir até um abrigo. Os funcionários do local disseram que a cadelinha já havia entrado lá uma vez naquele dia, cinco ou seis horas antes. O dono estava tentando entregá-la. Mas não havia espaço. Eles só podiam supor que a cachorra havia sido abandonada na Trilha de Santos.

Em seguida, Pezzullo contatou outro abrigo. Mais uma vez, eles estavam cheios.

“Eu implorei a eles. Eles disseram: “Não podemos, não temos espaço.” Eu a levei para casa naquela noite porque estava frio e não tive coragem de deixá-la em lugar nenhum.”

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

This abandoned dog has become my new running 🏃‍♀️ partner!🐕 I love her❤️ @santostrails #trainingwithpezz

Uma publicação compartilhada por Stephanie Pezz Pezzullo (@pezzpezzullo) em

No dia seguinte, Pezzullo voltou para a trilha e decidiu levar a cachorra com ela, só para ver o que aconteceria. Ela continuou pressionando o ritmo. A cachorra não teve problemas em acompanhar. “Ela não saiu do meu lado. Nem uma vez. Por 22 km”, disse Pezzullo. “Meu ritmo médio foi de 3min57/km. Essa cachorra é rápida!

Cachorra adota corredora de elite

Não precisamos de muito esforço para imaginar onde essa história ia dar. Naquela noite, a cachorrinha voltou para a casa de sua parceira de treinos. No dia seguinte, Pezzulo a levou à clínica em que dá aula. Por lá o conselho foi unânime: “Você deveria ficar com ela”.

Quase dois meses depois, e a corredora e a cachorra são inseparáveis. Agora ela tem nome: Santos, em homenagem à trilha onde conheceu sua nova amiga.

Ocala, uma cidade de quase 60.000 pessoas, não é o lar de nenhum outro corredor de elite, e Pezzullo frequentemente vence as corridas locais. Agora que ela tem alguém que pode acompanhá-la, seu treinamento melhorou. Ela passou de 64 a 80 quilômetros por semana para 96. “Ela me motiva a correr mais”, disse Pezzullo. “Eu estava tirando dois dias de folga por semana. Agora, se eu tirar algum, é um. Eu só quero correr com ela.

Agora, Pezzullo treina para Maratona da Cidade de Vermont, que acontece em maio. E, nos próximos meses, ela terá uma parceira fiel de treino ao seu lado.