Quando corro, sinto um pouco de tontura. O que pode ser?

Pergunte ao expert: especialistas em treinamento e saúde esclarecem algumas questões de nossos leitores

Foto: shutterstock.
Quando corro, sinto um pouco de tontura. O que pode ser?

Primeiro é necessário caracterizar o tipo de tontura. Você tem uma vertigem? Parece que vai desmaiar? Sente a vista escurecer? Sente desequilíbrio? A mais comum é a chamada rotatória (vertigem), que pode ser causada por labirintite e deve ser tratada por um otorrino. Já a tontura que provoca desmaio ou visão turva acontece com muitos atletas e está relacionada à falta de preparo físico ou má alimentação/hidratação. O ideal seria contar com a orientação de um preparador físico e um nutricionista. O desequilíbrio pode ter várias causas, e devemos consultar um neurologista para descartar doenças que se apresentam no cérebro.

> Fausto Nakandakari, otorrinolaringologista do hospital Sírio Libanês, em São Paulo

É importante alongar antes e depois do treino?

Dizer que o alongamento é imprescindível antes e depois do treino não seria verdade. Porém há exercícios que ajudam na prevenção de determinadas lesões. O alongamento antes da corrida funciona como um sinal para o corpo de que ele será solicitado. Já no pós-treino, ajuda a induzir o relaxamento e a trazer nossa estrutura musculoesquelética de volta ao normal.

> Camila Hirsch, treinadora do MCH – Movimento Camila Hirsch

Como posso meditar antes de uma prova?

Sente-se em um lugar tranquilo e procure manter o corpo alinhado e a coluna reta, prestando atenção ao seu ritmo respiratório. Talvez a sua mente esteja a mil por hora, mas não se preocupe com isso. Apenas respire algumas vezes de forma profunda. Aos poucos, o ritmo da respiração deve diminuir, junto com a quantidade de pensamentos que passam pela cabeça. Esse mesmo exercício mental também pode ser feito durante a prova. Com a respiração ritmada e atenção aos sinais do corpo, sua corrida pode até ficar mais eficiente.

> Veronica Anton,  professora especialista em hatha ioga

Leia mais:

Fazer abdominal ajuda a correr melhor?
Sofro de insônia. A corrida pode me ajudar a dormir melhor?

Qual é a melhor fruta para se comer no pós-treino?

Com exceção do abacate, que pela demora na absorção e digestão irá fornecer energia muito lentamente, todas as frutas são boas fontes de carboidrato para a reposição da energia gasta dos músculos. A banana, o mamão e a manga (que possuem alto teor glicêmico) são ideais para serem consumidas após uma corrida.

> Janaina Goston, nutricionista especialista em nutrição esportiva

Que cuidados devo ter com a minha pele antes de uma maratona?

No frio, recomendo que uma semana antes você mantenha a pele bem hidratada, tome bastante água e, mesmo se o dia estiver encoberto, aplique filtro solar. Já no calor, indico que vá tomando sol (sempre com proteção solar) aos poucos nos dias anteriores para preparar a pele. Mantenha a hidratação e lave as roupas de treino e prova com sabão neutro: os sabões mais agressivos, quando em contato com o suor, podem provocar dermatite de contato, que é uma inflamação da pele.

> Luciane Scatttone, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Se eu resolver colocar implantes de silicone nos seios, após quanto tempo posso retomar os treinos?

De modo geral, todo tipo de atividade física deve ser interrompida por pelo menos 20 dias após a cirurgia. Antes disso, qualquer esforço pode provocar microlesões, pequenos sangramentos e até uma contratura muscular. Após esses 20 dias iniciais, a paciente já está apta a dirigir e fazer atividades leves, como caminhada na esteira e bicicleta ergométrica. Mas, para praticar corrida ou qualquer outro esporte de impacto, recomendo que a paciente aguarde pelo menos 60 dias.

> Wendell Uguetto, cirurgião membro da Sociedade Brasileira  de Cirurgia Plástica

Após o parto, quanto tempo deve esperar para voltar  a correr?

Exercícios no pós-parto devem ser realizados após avaliação médica, e o tempo de retorno depende do tipo de parto e das condições físicas e emocionais da mulher. Mas, em geral, se o parto for normal, é possível retomar os treinos em 10 a 15 dias – inclusive a corrida, se liberada pelo médico do esporte. Em caso de cesárea, deve-se aguardar pelo menos um mês para iniciar atividades físicas leves. Para voltar a correr, recomenda-se esperar pelo menos 40 dias. Em ambos os casos, o retorno deve ser gradativo e com baixa intensidade.

> Fellipe Savioli, médico do esporte e ortopedista membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia  e Traumatologia

SHARE