Maratona de Nova York de 2018 acontece domingo

Fonte: Competidor Running e Runner's World

maratona de nova york de 2018
Shalane Flanagan defenderá o seu título após vencer a prova em 2017. Foto: Reprodução Twitter @shalaneflanagan

No domingo (4), mais de 50.000 pessoas vão participar da Maratona de Nova York de 2018.

Na elite feminina, Shalane Flanagan é um dos destaques. Ela volta para defender o seu título depois da vitória em 2017. Mary Keitany, do Quênia, também estará presente. A corredora detém o único recorde mundial feminino de maratona (2:17:01).

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

👊🏼💪🏼🇺🇸

Uma publicação compartilhada por Shalane Flanagan (@shalaneflanagan) em

A corrida masculina é encabeçada pelo atual campeão Geoffrey Kamworor, que segurou Wilson Kipsang no Central Park no ano passado por um final dramático.

+ Kiptum quebra recorde mundial da meia maratona em Valencia
+ 10 dicas para a sua primeira maratona

Maratona de Nova York: o começo de tudo

No início, a ideia de uma corrida de 42 km que passasse pelos cinco distritos da cidade de Nova York parecia impossível. A sugestão veio de Georgie Spitz, um corredor local, que fazia parte do governo.

“Eu pensava: ‘Meu Deus. Como no mundo vamos fechar a cidade de Nova York'”, lembra George Hirsch, de 84 anos, um dos fundadores da Maratona de Nova York e ex-editor da Runner’s World.

Fred Lebow, o criador da Maratona de Nova York original, também não se entusiasmou com a ideia. Em 1970, Lebow organizou a primeira corrida de 42 km da cidade. Ao todo 55 finalistas – todos homens – em um percurso de quatro voltas ao redor do Central Park. A maratona foi realizada em todos os anos entre 1971 e 1975.

Levar a corrida para fora do parque e atravessar a cidade exigiria dinheiro. Mas a ideia aparentemente absurda de Spitz cresceu quando as autoridades municipais olharam para ela como uma forma de impulsionar a cidade em dificuldades financeiras e marcar o bicentenário do país em 1976.

Assim, com o apoio financeiro do promotor imobiliário Jack Rudin, do presidente do distrito de Manhattan, Percy Sutton, e do prefeito de Nova York, Abraham Beame, a corrida se tornou realidade. Em 24 de outubro de 1976, com 2.000 corredores e sem grandes falhas, o evento foi considerado um enorme sucesso. Bill Rodgers, estrela em ascensão, venceu a corrida, derrotando Frank Shorter, duas vezes medalhista olímpico de maratona. Hirsch também correu a primeira corrida de cinco anos, terminando em 2:49.