Pensamentos negativos que você precisa reformular

Transforme fracassos em desafios e continue crescendo na corrida

Por M. Nicole Nazzaro

Mude sua mente: pensamentos negativos tendem a surgir diante de dificuldades – e sempre vão existir dificuldades no esporte – mas é possível transformá-los em uma mentalidade orientada para o crescimento. Veja três exemplos comuns de “fracassos” que podem tornar-se desafios estimulantes na corrida.

Leia mais:

+ 6 alimentos que estragam sua noite de sono
+ Entenda as mudanças no coração do corredor

Em vez de “Simples­mente não posso cor­rer com tanto calor”

Tente: “Durante os treinos para minha próxima corrida, quero fazer algumas roda­gens longas na esteira em um local quente para praticar técnicas de hidratação, ali­mentação e ritmo em condições adversas”.

Por quê? Você identi­ficou uma oportuni­dade de crescimento (você não treinou em dias de calor) e uma ação que pode reali­zar (aclimatação) para evitar previamente que outro contratem­po volte a ocorrer.

Em vez de “Estou fican­do mais lento a cada ano – por que minhas colocações já não são tão boas quanto antigamente?”

Tente: “Ficar mais lento pode ser inevitável com o passar do tem­po, mas posso alterar meus objetivos para continuar motivado. Na minha próxima prova, tentarei correr a um ritmo constan­te em vez de tentar superar um bando de corredores mais jovens que eu”.

Por quê? “Uma moti­vação externa, como querer vencer um oponente, tem menos probabilidade de levar ao sucesso”, diz Troy Moles, pesquisador em psicologia esportiva. Depende de ações de outras pessoas. Em vez disso, foque em um objetivo condicionado a um processo que es­teja sob seu controle.

Em vez de “Eu sempre ‘bato o muro’ em minhas maratonas”

Tente “Quero ter energia suficiente para acabar forte. Nos treinos para minha próxima prova, tentarei comer antes e mais devagar durante treinos longos e de ritmo de prova”.

Por quê? Se o mesmo contratempo acontece “sempre”, o padrão pode indicar a solução. Por exemplo, se sempre antes de encontrar o muro você tem náu­seas, pode ser que não esteja digerindo bem os géis em ritmo de prova. Pratique diferentes estratégias de alimentação du­rante os treinos para escolher a melhor para você.

COMPARTILHAR