6 estratégias para acelerar a sua recuperação de lesões

Por Jessica Migala

Está lesionado e não vê a hora de voltar a treinar e correr? Calma que a gente te ajuda. Veja aqui seis estratégias para acelerar a sua recuperação de lesões.

6 dicas para acelerar a sua recuperação de lesões

Continue treinando

Você pode continuar correndo se for mais devagar, não sentir dor e conseguir manter uma boa postura, diz Lewis Maharam, médico do esporte em Nova York (EUA). “Correr enquanto se recupera direciona o fluxo sanguíneo para a área lesionada e auxilia na regeneração adequada”, explica. No entanto não treine se sua lesão interferir na sua passada ou se tiver ocorrido uma fratura. Nesses casos, mantenha uma rotina de atividades sem impacto, como corrida na piscina (deep running) ou natação. Se estava correndo quatro vezes por semana, tente encontrar uma atividade para substituir essa frequência.

Vídeo: treino de força para corredores, com ênfase no core

Mantenha a flexibilidade

Massagens com rolo de espuma e alongamentos vão levar sangue aos tecidos lesionados. Além de melhorar a amplitude dos movimentos, é o que diz o fisioterapeuta norte-americano Michael Conlon. Use o rolo e alongue antes e depois dos treinos. Evite alongamentos que possam agravar a lesão ou causar dor.

Coma direito

Para acelerar o processo de recuperação de lesões, é preciso se alimentar bem. Se você está correndo menos, deveria cortar ou reduzir drasticamente as guloseimas. Mas não adote nenhuma dieta radical: seu corpo queima mais calorias para se recuperar. Por isso você precisa de mais energia do que pensa, como sugere um estudo de 2015. Consumir proteína é especialmente importante: “Ela é quebrada em aminoácidos, que são os ‘tijolos’ usados na reparação do tecido muscular”, diz Lewis. Inclua uma fonte de proteína em todas as refeições, como ovo, peixe ou feijão.

Administre a dor

Alguns estudos mostraram que tomar anti-inflamatórios não estereoides, como ibuprofeno, pode inibir a recuperação. Isso porque ele interfere no processo inflamatório envolvido na reparação muscular. Outros, incluindo uma revisão de artigos, de 2012, defendem que o uso ocasional desses medicamentos não atrapalha a reconstrução muscular. O médico do esporte norte-americano Nathaniel Jones diz que o benefício é indireto: como a dor prejudica o sono, esses remédios liberados sem receita podem ajudá-lo a ter o sono necessário para estimular o processo de regeneração muscular que ocorre à noite. Limite o uso de anti-inflamatórios em outros momentos – no longo prazo, o consumo pode causar danos ao estômago e aos rins.

3 dicas para lidar com a dor durante a corrida
12 exercícios para melhorar a postura

Maneire na bebida

Evite tomar bebida alcoólica nas 48 horas seguintes à sua lesão. A recomendação é de Matthew Barnes, autor de um estudo publicado em 2014 sobre o efeito do álcool na recuperação – ele pode piorar o inchaço e retardar a reparação muscular. O processo de cura do organismo ocorre ao longo de dois dias, então evite tomar mais que um drinque por dia no caso das mulheres e dois no dos homens.

Alivie o estresse

O estresse não só faz o organismo liberar hormônios que afetam a cura e a recuperação como estar lesionado também causa estresse. Tente ioga, meditação ou uma trilha leve em um cenário calmo – um estudo de 2015 da Universidade Stanford (EUA) revelou que uma caminhada de 90 minutos em contato com a natureza reduz os pensamentos negativos de forma mais eficiente que andar em uma área urbana.