Fiz 30 burpees por 15 dias. Eis o que aconteceu

por Danielle Zickl, da Runner's World US

burpees
Shutterstock

Quando minha amiga, após uma seção de CrossFit, me disse que a pior parte da aula eram os burpees, eu fiquei chocada. Eu amo o exercício mas percebi que não é o favorito de todo mundo. Isso me fez pensar: e se eu incorporasse burpees na minha rotina diária?

6 exercícios de CrossFit para o abdômen

Eu pesquisei sobre o movimento e descobri que foi criado por um homem chamado Royal H. Burpee para determinar quão em forma uma pessoa está. Nessa época, o exercício ainda não incorporava a flexão de braços no meio ou o pulo no final, mas já era pavoroso.

Eu decidi fazer a versão moderna, não a de 1930. Sim, é um exercício difícil mas eu sabia que valeria a pena me desafiar.

Admito que não sou muito boa em manter rotinas. Sempre tive as melhores das intenções, mas quando a vida começa a ficar muito ocupada, eu dou uma desculpa aqui ou ali. Fiquei feliz que tinha essa matéria para me forçar. Então, comecei a luta.

5 variações de burpees para corredores

Como fiz os burpees

Eu completei 3 sets de 10 burpees por 15 dias diretos. Comecei com 1 minuto de descanso entre os sets e diminui 15 segundos desse tempo a cada três dias, até que eu estivesse fazendo 30 burpees em uma tacada só, durante os últimos 3 dias.

Quis manter o mesmo horário todos os dias, por isso acordei às 7:30. Mas nem sempre isso deu certo. Às vezes, eu dormia a mais e deixava para fazer quando chegava em casa.

O que aconteceu

1Minha corrida melhorou

Comecei a correr mais rápido, especialmente em colinas. E minha respiração não parecia tão difícil durante a corrida.

Também comecei a fazer percursos mais longos, já que sentia mais energia para isso.

Em um dos últimos dias, eu corri 10k e me senti incrível. Me perguntei se isso era meramente psicológico ou se haviam mudanças físicas, mesmo.

Então, liguei para o médico do esporte Jordan D. Metzl, de Nova Iorque. De acordo com ele, o progresso já era de se esperar.

“Burpees têm como alvo todos os músculos do corpo e treinam sua capacidade cardiopulmonar”, ele diz.

Como meus músculos e coração estavam recebendo trabalho extra, correr pareceu uma leve brisa.

2Tive mais energia

Não vou mentir, já tive dias em que me senti um zumbi sem energia alguma no trabalho.

Mas Metzl diz que a exaustão extrema dos burpees libera endorfinas que nos dão energia para o resto do dia. De fato, eu me senti energizada por horas após fazer o desafio de manhã, sem precisar reabastecer a cafeína ao longo do dia.

3Os burpees ficaram mais fáceis

Mas ainda assim, alguns dias ainda foram difíceis. Meu progresso não foi tão linear. No dia 8, por exemplo, parecia que eu estava apenas começando a jornada. Eu não deveria estar achando mais fácil?

Metzl atribui isso a duas coisas: meu corpo ainda estava se acostumando com o exercício e fatores externos, como a quantidade de horas que dormi na noite anterior.

Fiquei feliz de ter alguma explicação para isso e um motivo para ajustar meus hábitos de sono péssimos.

4Me senti poderosa

Burpees são intensos. Há uma razão pela qual membros do exército e atletas os usam para treinar. Saber o que eu estava fazendo com e pelo meu corpo me deu uma sensação de força que ia além do físico. Me senti mentalmente forte e pronta para tomar o dia.

Me dei um descanso quando as duas semanas acabaram e senti que algo estava faltando. Dito isso, não sei se vou retomar os burpees todos os dias mas é legal saber que posso incluir um mini-treino de manhã para me sentir poderosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here