Alison dos Santos quebra recorde sul-americano sub-20

Por Amanda Panteri, da Runner's World Brasil

Alison dos Santos quebra recorde sul-ameircano no sub-20 em Doha e termina em sétimo lugar
Reprodução Instagram / @atletismo.brasil

Alison dos Santos, velocista brasileiro de apenas 19 anos, quebrou o recorde sul-americano sub-20 na final dos 400 metros com barreira do Campeonato Mundial de Atletismo, na segunda-feira (30). Com o tempo de 48s28 (sua melhor marca pessoal), ele ficou em 7º lugar na competição. No sábado, o paulista de São Joaquim da Barra havia feito 48s35 nas semifinais do mesmo evento. 

Alison dos Santos é a nova promessa do Brasil?

Essa é sétima vez somente este ano que Alison dos Santos bate o recorde sul-americano sub-20 na modalidade. “Estou muito feliz com a o resultado e a competição que eu fiz, mas saio daqui com um gostinho de quero mais. A atmosfera é incrível, a maior competição que participei de minha vida. Saio feliz, mas sei que poderia ter feito melhor”, disse em entrevista à Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

A prova em que Alison, também conhecido como Pio, participou foi a última de segunda-feira. Na terça-feira (1), quinto dia do Mundial de Doha 2019, outros dois brasileiros disputaram uma final, desta vez no salto com vara. Thiago Braz fez 5m80 e ficou em 5º lugar, uma das melhores marcas do Brasil na competição. Já Augusto Dutra ficou em 10º. Além deles, também teve Altobeli Santos na qualificação dos 3.000 metros com obstáculos. Entre 46 atletas, o campeão Pan-Americano ficou na 21ª colocação e não se classificou para a final. Jessica Vitória ficou em 6º lugar de sua bateria nos 400 metros com barreiras. Enquanto Lucas Carvalho garantiu o 5º lugar na sua bateria nos 400 metros. 

Na quarta-feira (2), duas provas terão participação da delegação brasileira: Geisa Arcanjo, no arremesso do martelo às 10h45; e Fernanda Martins, no lançamento do disco às 13h25 (do horário de Brasília). 

Destaques internacionais em Doha

Depois da final do salto com vara masculino, aconteceram mais três decisões. A primeira delas, o arremesso de dardos feminino, teve Kelsey-Lee, da Austrália como campeã. Já nos 800 metros masculinos, quem levou o ouro foi o americano Donavan Brazier (1min42s32, segundo melhor tempo mundial). Enquanto nos 200 metros masculinos, o lugar mais alto do pódio ficou com Noah Lyles, dos Estados Unidos (18s83). 

Confira os destaques do Mundial de Doha dos primeiros dias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here