Ao pé da letra

Cuidado com o comando que você dá ao seu corpo

Foto: shutterstock.

Adoro humor, inclusive os bobos. Sabe aquela do português? Dizem que se você perguntar ao Manoel:

– Manoel, você tem relógio aí?

Manoel responderá.

– Ora pois, tenho.

E pronto.

Na busca por imagens para este post, morri de rir ao me deparar com cartoons sobre “ao pé da letra”. Selecionei dois que se encaixam no tema.

Em minha experiência atendendo atletas lesionados, ensinando alunos de cursos da saúde e, em minhas andanças pelo Brasil ministrando workshops de corrida para atletas leigos ou profissionais ligados à corrida, percebo a enorme quantidade de informações inadequadas que damos ao nosso corpo no que diz respeito ao controle de movimentos.

Como assim? O Sistema Nervoso (SN) é o controlador dos nossos movimentos. Ele determina como executaremos cada ação, sempre levando em conta as informações que ele tem a respeito do próprio corpo, do ambiente e da tarefa a ser realizada. O foco do SN está em encontrar uma forma de se mover que atinja com sucesso a meta de cumprir a tarefa dada. Ele segue ao pé da letra o comando dado.

Leia mais:

Por que me lesiono sempre do mesmo lado?
Para onde você olha quando está correndo?

É para correr, corremos. É para correr e levantar o calcanhar na bunda, corremos e levantamos o calcanhar na bunda. É para correr e levantar o calcanhar na bunda e levantar os joelhos e fechar os braços e tocar o mediopé no solo e… Bug no sistema. Mensagem de erro. Não dá para cumprir tantas tarefas assim ao mesmo tempo. Cada comando desses é uma tarefa a cumprir.

No post ‘Simplifique’, já comentamos que o SN cumpre tarefas e que a corrida envolve apenas duas sub-tarefas: sustentar e propulsionar. Ou crescer e empurrar o chão para trás em alta frequência de passadas. Qualquer outro comando que você adicionar a isso, tende a atrapalhar.

Nos workshops que damos, as perguntas são frequentes:

– Mas e o braço? Piso com que parte do pé? Levanto o joelho? Devo alongar a passada? Forço o movimento dos braços? Em que altura fica a mão?…

Esqueça! Simplifique! Certa vez, recebi um feedback negativo de alguém que assistiu uma palestra minha.

– Pô, falou por 2 horas só para dizer que é para crescer e correr para frente! Nem falou da respiração!

Acredite, tudo que já estudei nessa vida não foi para complicar a sua, mas para facilitar. Você não precisa saber todos estes detalhes para correr bem. Melhor treinar o exercício do post ‘Segura em um pé só’.

Bons treinos. Até a próxima. Cresce!

Foto: arquivo pessoal.

Cássio Siqueira é supervisor de fisioterapia do esporte do curso de fisioterapia da USP e fisioterapeuta da Care Club, onde trabalha com reeducação funcional de corredores. É formado em fisioterapia na USP, com especialização em fisioterapia no esporte e fisioterapia em neurologia, mestre e doutorando em ciências da reabilitação também pela USP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here