Atleta britânica é acusada de usar tênis proibido por regras

Por Jane Mcguire, da Runner's World UK

Jemma Reekie rebate críticas a seu tênis
Foto: Reprodução Instagram/@jemmareekie

Jemma Reekie quebrou três recordes britânicos no mês passado. Ela fez o melhor tempo do país nos 800 metros, em Glasgow; bateu a parceira de treinamento Laura Muir no 1,6 quilômetro (1 milha), em Nova York; e também superou o recorde de Laura nos 1500 metros na mesma corrida. Sábado passado (15), Jemma venceu os 1500m na Indoor Grand Prix, em Glasgow, cruzando a linha de chegada em apenas 4s07.

Leia mais

+ Joshua Cheptegei quebra recorde mundial nos 5K
+ Adidas lança tênis com placa de carbono
+ Air Zoom Alphafly Next% é anunciado pela Nike

A jovem, de 21 anos, tem muito o que comemorar, uma vez que já está qualificada para a Olimpíada de Tóquio 2020. Contudo, ultimamente, ela anda tendo que rebater algumas especulações a respeito de seu tênis.

Em uma entrevista à BBC Sport, Jemma Reekie disse que a melhora recente de sua performance se deve ao seu treinamento até o “limite”, não ao tênis. De acordo com as novas regras da World Athletics, divulgadas no início deste ano, os modelos de corrida usados em competições profissionais (sejam elas no asfalto ou pista) não podem ser protótipos, devem estar à venda.

Também existem regulamentos com relação ao número cravos dos tênis usados em pistas de atletismo. “A sola e o salto do modelo devem ser construídos de modo a caber, no máximo, 11 cravos. Esse número não pode ser maior.”

Jemma Reekie rebate críticas ao seu desempenho

Durante o evento de sábado, todas as perguntas a respeito do tênis da atleta foram ignoradas por sua equipe. Seu treinador, Andy Young, havia dito anteriormente que tudo estava em conformidade com a lei. Mesmo assim, Jemma afirmou que “deixaria o assunto para os especialistas resolverem.”

Sobre seu desempenho, ela disse: “Uma quebra de recorde não acontece da noite para o dia e envolve muito trabalho duro. Tenho 21 anos e sou uma atleta em desenvolvimento, estou me esforçando ao máximo e vou deixar minhas pernas falarem por mim.”

“Tenho muito apoio da British Athletics e de Andy Young, e trabalhamos muito bem juntos. Ele é muito detalhista e conto com o seu apoio dentro e fora da pista.”

Jemma Reekie também elogiou Laura Muir por ser uma grande inspiração para ela.

Laura, que venceu os 1000m em Glasgow, também enfrentou críticas sobre seu tênis. E respondeu à BBC Sport: “No final das contas, cabe à World Athletics resolver. Eles estabelecem as regras e os regulamentos com relação a essas coisas, então cabe a eles decidir o que acontece com cada atleta. Como corredora, tudo o que você pode fazer é se concentrar em si mesmo. Nós treinamos o máximo que podemos, nos divertimos e amamos o esporte.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here