Banho frio garante benefícios à saúde? Nós testamos

Por Danielle Zickl, da Runner's World US

Foto: Shutterstock

Ouvi pela primeira vez sobre os benefícios de tomar banho frio na aula de esportes aquáticos. Nossa professora nos disse que a água fria impediria que o cloro danificasse nossos cabelos. Eu nunca pensei muito nisso, e continuei tomando banho quente no vestiário.

Mas, mais recentemente, descobri que tomar banho frio prometia uma série de outras vantagens. Entre eles: redução da inflamação e dor muscular – acelerando a recuperação – além de um impulso de energia e humor.

Eu amo tomar banho. Eu costumo tomá-los à noite para que eu possa ficar sob a água quente e relaxar após o meu dia. Mas fiquei intrigado. Aquilo soou como grandes benefícios para um pequeno sacrifício. Será que essas coisas realmente aconteceriam? Ou é apenas mais um daqueles modismos de bem-estar? Decidi que valeria a pena sacrificar meus banhos quentes para descobrir. Veja o que aconteceu.

Benefícios da atividade física são sentidos 10 anos depois 

Demora algum tempo para se acostumar

Eu sabia que não ia ser uma experiência agradável, mas eu senti que poderia fazer o que tinha que fazer e sair relativamente ileso. Eu aprendi rapidamente que este não era o caso. Quando entrei no primeiro banho gelado, não pude resistir em aumentar a temperatura. Tudo bem, pensei comigo mesmo, vou trabalhar isso.

Depois de passar cerca de cinco minutos no chuveiro com água quente, mergulhei na transição com água morna. Um minuto depois, eu virei a torneira novamente para que a temperatura da água ficasse em algum ponto entre “eu prefiro não estar fazendo isso” e “isso realmente é ruim”. Isso está bom por enquanto. Saí e me enxuguei, coloquei um moletom e fiz um pouco de chá para me aquecer.

Eu fiz a mesma coisa da próxima vez que tomei banho e trabalhei até uma temperatura que era fria, mas não necessariamente gelada. Na terceira tentativa apenas virei a torneira toda – e consegui. Eu realmente estou falando a verdade quando digo que não foi tão ruim – eu construí algo muito pior na minha mente. A partir de então, tomei banhos totalmente frios todos os dias.

Ganhei energia para começar o dia

Embora eu normalmente tome banho à noite, ao ouvir que os banhos frios poderiam lhe dar mais energia, decidi tentar. (Aqui estou indo para fora da minha zona de conforto!)

O choque que a água gelada lhe dá de manhã não é brincadeira. É o suficiente para acordar até mesmo as pessoas mais sonolentas (como eu, por exemplo). E há uma razão para isso. Como Aaron Drogoszewski, instrutor pessoal certificado pela NASM, explicou anteriormente à Runner’s World, “a adrenalina que você tem de mergulhar em água fria cria uma correria de norepinefrina, que ajuda a aumentar os níveis de energia, foco e desempenho.”

Eu sinceramente nem senti necessidade de café – o que é raro. Uma pesquisa apoia esta parte também. De acordo com um estudo de 2016 da revista PLOS One, “o efeito benéfico mais noticiado [de banhos frios] foi um aumento nos níveis de energia percebidos (incluindo muitos relatos de comparações com o efeito da cafeína)”.

Meus níveis de concentração e produtividade pareciam mais altos do que costumavam ser nas minhas primeiras horas de trabalho. Já que, normalmente, eu tomava café durante esse período, e os efeitos da cafeína não entravam em ação até mais perto da hora do almoço.

Eu era capaz de acordar cedo o suficiente para tomar banho todas as manhãs? Eu estaria mentindo se dissesse sim. Mas nos dias que eu fiz, eu definitivamente notei uma diferença.

Aliviou um pouco a minha dor muscular

De acordo com Henry Halse, proprietário da Halse Strength and Fitness, nos Estados Unidos, tomar banhos frios regularmente ajuda seus músculos a se recuperarem de um treino.

“Quando você aplica o frio a uma superfície – por exemplo, sua pele -, faz com que mais sangue flua para a área”, disse ele. “O aumento do fluxo sanguíneo para uma região é o que promove a recuperação.”

Além disso, um estudo de 2009 no New England Journal of Medicine descobriu que a imersão em água fria depois de levantar peso, correr ou andar de bicicleta melhora a recuperação muscular e a dor. Claro, um banho não é o mesmo que imergir em uma banheira de gelo, mas Halse afirmou: “se você fizer um treino de sprint um dia e quiser fazer outro no dia seguinte, tomar um banho frio pode ajudar a melhorar o seu treino no dia seguinte.”

Banheira de gelo ou água quente para recuperação? 

A água deve estar bem fria para isso – em torno de 4°C, ele disse. Direcione a ducha do chuveiro para a área específica dos músculos em que você treinou e deixe a água cair até que o sangue chegue à superfície e a pele fique vermelha.

Para mim, acho que ajudou meus músculos a sentirem-se melhor depois de treinos de velocidade, CrossFit e corridas longas. Mas também costumo fazer exercícios de liberação miofacial e sou muito bom em descansar, então havia muitas variáveis ​​que podem ter contribuído para minha recuperação, mas os banhos frios provavelmente não fizeram mal.

Fortaleceu a minha mente

Tomar banhos frios não é fácil, mas como eu era capaz de suportá-los, essa mentalidade também se traduziu para os meus treinos.

“Construir resistência mental é um dos benefícios [dos banhos frios]”, disse Halse. “Quando você está correndo, não há muito para distraí-lo, você está apenas prestando atenção em seu corpo. Em um esporte de equipe, há outras coisas acontecendo – você tem mais distrações.”

Estratégias mentais – testadas e comprovadas – para você correr melhor

Uma vez que eu construí a confiança para saber que eu era forte o suficiente para suportar o banho frio, minha atitude em relação aos meus treinos também mudou. Um longão particularmente difícil? Certo. Um treino de velocidade no verão? Pode vir.

Saiba como usar a sua mente para se recuperar mais rápido de lesões 

E adivinha? Depois desses esforços, eu realmente comecei a olhar além dos banhos frios que aconteceram depois.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here