Brigid Kosgei vence em Chicago com recorde mundial

kosgei-brigid-clock1-chicago19-jpg-1571056193
Foto: Kevin Morris/Runner's World US

Brigid Kosgei, do Quênia, fez história no domingo (13) na Maratona de Chicago, estabelecendo um recorde mundial de 2:14:04.

Ela quebrou a marca de 2:15:25 de Paula Radcliffe na maratona de Londres em 2003. Ababel Yeshaneh, da Etiópia, que tinha o melhor tempo de 2:24:02 de Tóquio em março, ficou em segundo com 2:20:51, quase 7 minutos atrás de Kosgei. Gelete Burka, da Etiópia, ficou em terceiro em 2:20:55.

Kipchoge faz maratona em menos de 2 horas 

 

Ver essa foto no Instagram

 

WORLD RECORD: Brigid Kosgei sets the new world record in the marathon at the 2019 @BankofAmerica #ChicagoMarathon!

Uma publicação compartilhada por Chicago Marathon (@chimarathon) em

Brigid Kosgei vence Maratona de Chicago com recorde mundial

Kosgei ultrapassou os 21 km em 1:06:59 e quem estava por lá se perguntava se os primeiros quilômetros do início seriam sua queda nos estágios finais da corrida. Mas ela correu quase perfeitamente, completando a segunda metade da prova em 1:07:05.

Com dois pacers à sua frente, Kosgei saiu dos primeiros 5 km com 15:28. Seus pacers (marcadores de ritmo) diminuíram um pouco a velocidade depois disso, mas Kosgei ainda estava bem à frente do ritmo do recorde mundial. Aos 10 km, ela tinha um intervalo de 32 segundos do marcador mais próximo.

Brigid Kosgei disse que tempos mais rápidos eram possíveis – para ela e para outras mulheres.

“É incrível para mim”, disse ela. “Eu nunca acreditei naquele tempo. Mas já vi 2:10 serem possíveis para uma mulher correr, se tiver certeza. Durante o treinamento, você deve estar focadao.”

Durante sua preparação para Chicago, ela se concentrou em melhorar seu melhor tempo (anteriormente 2:18:20 de Londres, onde venceu, em abril) treinando para 2:15.

“Hoje eu corro 2:14:04”, disse ela. “Ainda estou focado em reduzir meu tempo novamente, se possível, se meu corpo puder, consigo reduzir um pouco”.

Polêmica

Quando questionada sobre o que ela diria às pessoas céticas em relação a seu desempenho, dadas algumas suspensões de doping entre as atletas de elite quenianas nos últimos anos, ela se distanciou.

CEO da Nike estaria envolvido em caso de doping 

“Sobre doping, eu não sei nada sobre isso, sobre essas pessoas”, disse ela. “Eu digo que toda e qualquer pessoa pode correr limpa. E você deve trabalhar duro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here