Conheça Brigid Kosgei, a vencedora da São Silvestre

Por Redação Runner's World Brasil

Brigid Kosgei venceu a São Silvestre
Foto: Reprodução Instagram / Globo Esporte

Durante a 95ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, na última terça-feira (31), uma estreante liderou a prova entre as mulheres do começo ao fim. Mas não era uma estreante qualquer. Era ninguém menos que a queniana Brigid Kosgei, atual recordista mundial em maratona, bicampeã da Maratona de Chicago e campeã da Maratona de Londres. Brigid Kosgei venceu a São Silvestre, confirmou o favoritismo e mostrou garra ao finalizar com um tempo de 48min54. O segundo lugar ficou com sua compatriota Scheila Chelangat, e o terceiro com Tisadik Alem Nigus, da Etiópia. 

Conheça os protagonistas da final da São Silvestre

Brigid Kosgei vence em Chicago com recorde mundial

Quando devo reaplicar o protetor solar?

Brigid saiu em disparada logo no início do percurso, e foi seguida por Pauline Kamulu nos metros iniciais. Contudo, no 5º quilômetro, ela abriu vantagem sobre as adversárias e fez bonito na subida mais temida do percurso, o trecho da Avenida Brigadeiro Luis António. Nesse ponto, a vitória já estava quase certa. 

A atleta parece ter fechado 2019 com chave de ouro. Afinal, a São Silvestre não foi a sua única conquista. Quer saber mais sobre Kosgei e seus feitos no ano que passou? Confira: 

Brigid Kosgei venceu a São Silvestre: uma estrela que promete

Nascida em 20 de fevereiro de 1994 (25 anos), em Kapsowar, no Quênia, Brigid Kosgei parece dominar as maratonas, principalmente as Majors. Ela ficou entre as duas melhores colocadas em oito das nove provas de 42K que correu na carreira. Conquistou o segundo lugar em Chicago 2017 e voltou no ano seguinte para buscar a vitória, com um tempo de 2h18min35. No mesmo ano, fez a 9ª melhor marca da história (e foi a mulher mais jovem a fazê-la) durante a Maratona de Londres, com 2h18min20. 

Em abril de 2019, Brigid Kosgei venceu a Maratona de Londres, finalizando a prova em  2:18:20. Com apenas 25 anos, ela se tornou a mulher mais jovem realizar o feito. Não contente, ainda entrou para a história no dia 13 de outubro ao quebrar o recorde mundial na maratona feminina, que era de Paula Radcliffe (2h15min25) desde 2003. Seu tempo foi de 2h14min04. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here