Corredor é atacado por alce

Corredor é atacado por alce, no Canadá. Paul Gallant teria sido atacado por um alce enquanto corria há uma semana. O corredor estava em New Brunswick, no Canadá, quando ficou frente a frente com um alce.

O animal supostamente atacou Gallant, atingindo-o três vezes no maxilar. Gallant ficou com o lábio machucado, uma batida na testa, uma veia estourada e arranhões por todo o corpo. Testemunhas ligaram para o 911.

De acordo com Wildsafe BC, os alces se reúnem para acasalar durante os meses de setembro e outubro. Os ataques de alces são muito incomuns, mas podem acontecer em raras ocasiões.

+ Ursos invadem corrida e prejudicam corredores durante prova
+ Modelo conta como sobreviveu a ataque de tubarões nas Bahamas

Aqui no Brasil, as chances de você topar com um animal do porte de um alce num treino são pequenas. Mas aqui vão algumas recomendações da Wildlife BC para evitar conflitos durante a corrida:

  • Faça muito barulho ao correr, esta é a maneira mais fácil de avisar os animais da sua aproximação.
  • Evite surpreender o animal, isso reduz muito o risco de ataque.
  • Nunca se aproxime, dê-lhes um amplo espaço e garanta que eles tenham uma rota de fuga.
  • Preste atenção à linguagem corporal: um animal ameaçado pode abaixar sua cabeça e achatar suas orelhas antes de atacar.
  • No caso de um ataque, se esconder atrás de uma grande árvore pode funcionar.
  • Se você correr com seu cachorro e estiver nem país com alces, mantenha-o na coleira. Um alce pode muito bem ir atrás de um cão, pois ele achará que ele é um lobo, um dos principais predadores de bezerros alces.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here