Conheça o homem que correu a pé a rota do Tour de France

Ele percorrer cerca de 48 km por dia e ainda terminou três dias antes do previsto

Créditos: Reprodução/Twitter

Leia mais sobre o corredor no Tour de France que fez o percurso todo a pé e terminou três dias antes do previsto para a prova terminar

A Tour de France é uma das maiores provas de ciclismo do mundo. Ao longo de 23 dias, os atletas sobem as cordilheiras dos Alpes e dos Pirineus, completando 21 etapas e um total de cerca de 3.500 km.

Agora, já imaginou fazer isso a pé? Soa louco, mas um corredor britânico fez exatamente isso. Em 19 de maio, Peter Thompson, de Bournemouth, Inglaterra, de 34 anos, decidiu correr a totalidade do curso do Tour.

Na quarta (25), após 68 dias de corrida, ele terminou com sucesso — três dias antes do previsto (o final do Tour acontece neste domingo, dia 29). Thompson é a segunda pessoa a correr todo o percurso do Tour. O primeiro foi o corredor americano Zoe Romano, em 2013.

Superando limites

Testar os seus próprios limites não é algo novo para a Thompson. Depois de marcar um 2h25min em uma maratona, ele se viu fora de controle. E passou cada segundo dos seus dias obcecado com o tempo, com seu treinamento e o que estava comendo.

“Parei de gostar de correr”, diz Thompson. “Percebi então que eu precisava de uma pausa”, disse ele à Runner’s World dos EUA. Ele decidiu que precisava encontrar uma nova direção. Thompson queria que seu foco fosse mais sobre a pura alegria de correr todos os dias.

Por isso, planejou seu primeiro desafio: correr uma maratona em todos os países europeus em dias consecutivos.

Thompson fez uma maratona todos os dias durante 44 dias em cada um dos 44 países da Europa e doou os 25 mil dólares que arrecadou para entidades de apoio e conscientização de saúde mental. Ele terminou esse desafio há um ano.

Corredor no Tour de France

Ele gostou muito de explorar a Europa dessa forma tão atípica, e foi tocado por todas as pessoas que encontrou e que o acompanharam durante toda a jornada.

E quando chegou a hora de fazer um próximo desafio, imediatamente pensou no Tour. “Eu amo o Tour de France”, diz Thompson. “Tenho acompanhado nos últimos quatro anos. É um evento icônico. Adoro o cenário pelo qual a rota passa e o trabalho em equipe envolvido”, revelou.

Cerca de seis meses depois da decisão de realizar o desafio, ele começou a se preparar. Lentamente aumentou sua quilometragem, até que ele estava correndo de 128 a 144 km por semana.

Como o percurso consiste em subidas enormes, Thompson também incluiu muitos treinos em montanhas e musculação para fortalecer as pernas. Ele planejou uma média de 48 km por dia, às vezes até um pouco mais, a um ritmo de cerca de 5min30s/km.

Motivação para o desafio

Todos os dias, ele acordava às 6 da manhã, viajava até a linha de partida e corria mais ou menos 48 km ou mais, parando aqui e ali para pequenas pausas para a água ou para a comida fornecidas por sua namorada, que viajara com ele durante todo o desafio.

Em seguida, ele fazia gelo nos pés e nas pernas, comia cerca de 6 mil calorias – muitas massas, chocolates e brioche – e ia para a cama cedo para começar tudo de novo no dia seguinte.

Às vezes, isso acontecia em uma cama de verdade, como em um hotel, na casa de um amigo ou em uma casa móvel. Mas em outras vezes era em um acampamento.

E, embora o cronograma tenha sido duro, esse não parece ser o último desafio de Thompson. Ele não sabe ainda o que vem a seguir, mas realmente gostou de conhecer países e pessoas diferentes e aprender sobre si mesmo.

Além disso, consolidou seu programa de caridade e conscientização de saúde mental com um nome: “Maratonas para a Mente”.

Por meio das redes sociais, ele foi capaz de disseminar consciência sobre o tema. Ao longo de sua jornada, ele postou fotos e vídeos do que estava fazendo e por que estava fazendo em seu Twitter, Facebook, Instagram e website.

Por eles, divulga também sua página de doações e compartilha sua meta de levantar 20 mil libras (mais de R$ 98 mil) para apoio à saúde mental.

Quanto a sua próxima jornada? Ainda é cedo para dizer. Mas podemos ter certeza de que haverá um novo desafio em breve para o futuro dele. Vamos apenas esperar para descobrir quando e o que será.

Mais corredores inspiradores

+ Desafio Unogwaja 2018: Ricardo e seus 1740 km 
+ Mãe corredora perde 37 kg com a vida de atleta 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here