Corrida e amamentação: tudo o que você precisa saber

Por Kiera Carter

Ter um bebê mexe com os planos de qualquer mãe, mas quando se fala em corrida e amamentação há alguns fatores em especial.

“Às vezes comparam o parto a uma maratona”, diz Diane Spatz, do programa de lactação do Children’s Hospital of Philadelphia.  “Ambos são fisicamente (e mentalmente!) cansativos e exigem recuperação adequada.”

Desde que tenha autorização médica, você pode correr, inclusive enquanto está amamentando, contanto que esteja preparada para algumas mudanças.

“É importante começar aos poucos e entender as mudanças que estão acontecendo em seu corpo”, destaque Spatz.

Corrida e amamentação

Entenda quais mudanças devem afetar a sua rotina e como lidar com elas da melhor forma.

Tire o leite antes de correr

Se possível, os seus seios devem estar sem leite antes de começar a correr. Para garantir isso, Spatz sugere que tire um pouco mais de leite do que acha necessário. “As mães têm diferentes padrões de ejeção do leite, por isso, bombeie por dois minutos após ver o último último jato de leite, para não perder nada ”, diz. A maioria das mulheres vão levar algumas horas até ficarem cheias novamente.

Coma o suficiente

Muitas mulheres dizem que se sentem famintas enquanto amamentam, isso porque é preciso energia (e calorias) para produzir leite.

“Se estava com sobrepeso ou ganhou muito peso durante a gestação, não é preciso aumentar a ingestão de calorias. No entanto, se dentro do peso normal e ganhou apenas o recomendado na gravidez, você deve consumir 500 calorias extras por dia.”

Esteja atenta também ao cálcio (pelo menos 1.000 mg por dia), especialmente se treina com muita intensidade. As mulheres podem perder de 3% a 5% da sua massa óssea durante a amamentação, segundo o National Intitutes of Health. “Essa perda óssea pode ser causada pela crescente necessidade de cálcio do bebê, que é extraído dos ossos da mãe ”, diz o NIH. O nível baixo de estrogênio também pode ter reflexo nesse sentido. já que ele protege os ossos.

Ultramaratonista amamenta o filho durante prova e registro emociona

Compre um top novo

A maioria das mulheres ganha seios durante a gravidez, que depois ficam de outro tamanho após o parte. Então você vai precisar de novos tops para se exercitar. Certifique-se de comprar um modelo que te dê suporte, mas seja confortável, nada muito justo (seus mamilos vão te agradecer).

Esteja hidratada

“É preciso líquido para produzir leite, então é importante estar hidratada”, explica Spatz. “Sua urina não deve ser clara e sem cor, não escura e concentrada”, ressalta o especialista. Dica: ande com uma garrafinha de água.

Entenda os seus hormônios

Amamentação libera o hormônio de bem estar chamado oxitocina, que reduz o estresse, mas também pode te deixar cansada. Da mesma forma, Spatz observa que a colecistocinina (CCK), outro hormônio liberado durante a lactação, faz com que você se sinta sonolenta. Esses fatores não são muito motivadores. “Se ficar muito sonolenta depois de amamentar ou tirar leite, tire um cochilo e depois vá correr”, aconselha o especialista.

Estoque leite em casa

Enquanto você corre, alguém precisa ter o leite “em mãos”. A melhor maneira de armazenar leite extra é bombear os dois seios ao mesmo tempo após uma sessão de amamentação. E Spatz ressalta: “É a oferta e a demanda: se o bebê não amamentar da mama, você precisará bombear ou a sua oferta diminuirá”.

Pegue leve

Correr faz muito bem, o que é ótimo quando você enfrenta os desafios da maternidade. Mas tente não deixar a corrida se tornar uma fonte extra de estresse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here