Dormir com luz acesa pode engordar, diz pesquisa

Redação Runner's World Brasil

Dormir com luz acesa
Foto: Shutterstock

Dormir com luz acesa enquanto você dorme tem sido associado a um aumento do risco de ganho de peso e obesidade. Entre as mulheres, dormir com uma televisão ou luz ligados foi relacionado ao ganho de cinco quilos em um período de cinco anos. Os dados são de um novo estudo publicado na revista médica JAMA Internal Medicine na segunda-feira.

“Houve 17% de probabilidade de ganho de cinco quilos”, disse Dale Sandler, pesquisador do Instituto Nacional de Ciências da Saúde Ambiental da Carolina do Norte e autor sênior do estudo, à CNN.

Além disso, houve 22% de chance de ficar acima do peso e 33% de se tornar obesa, acrescentou a especialista.

O estudo envolveu a análise de dados de 43.732 mulheres, com idades entre 35 e 74 anos, nos Estados Unidos entre 2003 e 2009. Os dados incluíam informações sobre os hábitos de sono de cada mulher, como se ela dormisse com uma pequena luz noturna ou uma televisão ligada e seu índice de massa corporal.

Os hábitos de sono relatados pelas mulheres foram colocados em quatro categorias: sem luz, pequena luz noturna no quarto, luz fora do quarto e luz ou televisão no quarto.

Os pesquisadores examinaram de perto os hábitos de sono de cada mulher e seu risco de peso e obesidade ao longo de um período de cinco anos.

Entre as mulheres, os pesquisadores descobriram que dormir com uma televisão ou luz na quarto estava associado ao ganho de cinco quilos ou mais, um aumento de pelo menos 10% no IMC e um risco maior de estar acima do peso ou obesa, comparado com a exposição sem luz artificial durante o sono.

Hábito multitarefa pode estar ligado ao ganho de peso, diz pesquisa 

Limitações

Mesmo assim, os resultados do estudo parecem estar de acordo com pesquisas separadas. Como um estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism em 2016, que relacionou o aumento da exposição à luz durante a noite com um aumento de 10% no índice de massa corporal no período de um ano em adultos mais velhos.

O novo estudo destaca “a recomendação comum que fazemos para as pessoas removerem TVs e outras tecnologias do ambiente do quarto para facilitar o sono saudável”, afirmou Nathaniel Watson, professor de neurologia e diretor da Harborview Sleep Clinic no  University of Washington, nos Estados Unidos, que não esteve envolvida no estudo, à CNN.

É possível recuperar o sono perdido dormindo mais no final de semana? 

“Como os autores mencionam, você não pode apontar diretamente para a causalidade entre a exposição à luz do quarto durante a noite para um indivíduo adormecido e ganho de peso, mas eu acho que isso é definitivamente um passo nessa direção”, disse ele. “Isso indica que precisamos respeitar nosso sono e respeitar nosso sono significa tornar um ambiente de sono desprovido de qualquer tipo de luz ideal.”

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here