É possível recuperar o sono perdido dormindo mais no final de semana?

Fonte: Selene Yeager, da Bicycling US

sono perdido
Foto: Shutterstock

Dormir pouco não apenas faz com que você se sinta mal, como também pode mexer com a sua saúde. E embora dormir mais nos fins de semana possa fazer com que você se sinta bem, isso não consertará seu metabolismo confuso, Na verdade, isso pode piorar as coisas, segundo uma nova pesquisa. Não tem como correr atrás do sono perdido.

Você precisa ter pelo menos sete horas de sono na maioria das noites para uma ótima saúde, de acordo com a American Academy of Sleep Medicine. Menos do que isso pode criar o risco de colapso metabólico.

Especificamente, a privação crônica do sono altera seu metabolismo, de modo que seus músculos ficam menos sensíveis à insulina; seu açúcar no sangue sobe; seus ritmos circadianos e hormônios do apetite mudam, deixando você mais faminto e mais propenso a petiscar. E, por fim, você fica mais suscetível ao ganho de peso e doenças cardíacas, derrame e diabetes.

Muitas pessoas tentam compensar o sono perdido acordando mais tarde nos fins de semana. Isso pode ser uma boa pausa mental. Mas se você voltar aos seus hábitos de sono na segunda-feira, você pode estar piorando as coisas no que diz respeito ao ganho de peso. É o diz um novo estudo publicado na revista Current Biology.

Seu sono pode estar mexendo com os seus níveis de hidratação 
Dormir muito pode ser ruim como dormir pouco

É possível recuperar o sono perdido?

Para testar como as várias durações do sono afetavam o metabolismo, os pesquisadores dividiram 36 homens e mulheres saudáveis ​​em três grupos. Um grupo podia dormir até nove horas por noite durante nove noites. O segundo grupo ficou restrito a apenas cinco horas por noite pela mesma duração. E o terceiro ficou restrito a cinco horas de sono por cinco noites, podendo dormir o quanto quisesse durante dois dias no fim de semana, e depois voltando a dormir cinco horas na segunda e na terça.

Todos os que ficaram privados de sono comeram mais à noite, viram declínios na sensibilidade à insulina (a capacidade de regular o açúcar no sangue) e ganharam peso. Aproximadamente 1,4 kg durante duas semanas, enquanto os que dormiram adequadamente não experimentaram nenhuma mudança significativa de peso.

Aqueles que tinham permissão para dormir nos fins de semana se saiam melhor um pouco. No final de semana, eles comeram menos à noite do que aqueles que não dormiam o suficiente durante o estudo.

No entanto esse sono a mais no final de semana não lhes fez bem. Isso porque eles voltaram a dormir apenas aquelas cinco horas por noite. Seus relógios biológicos foram recuados. Eles se sentiam mais acordando quando era hora de dormir, voltaram a comer mais depois do jantar e continuaram a ganhar peso.

Saiba como perder peso com apenas 15 minutos por dia

“Nossas descobertas sugerem que o comportamento comum de dormir pouco na semana  e tentar compensar isso no fim de semana não é uma estratégia eficaz de saúde”, afirmou o autor Kenneth Wright, professor de fisiologia integrativa e diretor do Sleep and Chronobiology Lab ao CU Boulder Today.

Sono e o açúcar no sangue

No que diz respeito a regular o açúcar no sangue, os que dormiam no fim de semana foram pior. Os pacientes com sono curto e constante viram sua sensibilidade à insulina cair cerca de 13% no decorrer do estudo. Já a sensibilidade à insulina dos pacientes em recuperação no fim de semana piorou de 9 a 27%, com sensibilidade em seus músculos e fígado – dois principais agentes na regulação do açúcar no sangue. Ser incapaz de controlar o açúcar pode causar ganho de peso e doenças metabólicas (como diabetes) e cardíacas.

Saiba como continuar perdendo peso com a corrida

Os pesquisadores acreditam que compensar o sono perdido pode funcionar se você perder uma noite inteira de descanso ou duas por semana. No entanto isso eles ainda querem estudar. Mas, em geral, se você quiser cuidar da sua saúde e manter o peso sob controle, tente ter pelo menos sete horas de sono com a maior frequência possível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here