Família que corre junto, permanece junto

Por Runner's World US

Correr em família
Foto: Shutterstock

Todos os dias, Darrell Stempke e seus quatro filhos, Elijah, Jackson, Sierra e Annalize, saem para correr em família por pelo menos 600 metros. São duas voltas no quarteirão em sua cidade na Califórnia.

Supere cada obstáculo mental e corra melhor

Quantos quilômetros correr por semana

6 alimentos que podem estragar sua noite de sono

É o tempo de união da família, onde as crianças podem conversar sobre seus dias sem distrações. “Imagine o que sua família fala em torno da mesa de jantar”, diz Darrell. “Mas não há chance de alguém olhar para o telefone.”

O tempo da família, para os Stempkes, também é recorde: em 2016, Elijah se tornou a pessoa mais jovem documentada a percorrer 1,6 quilômetros todos os dias por mais de um ano, a partir dos 6 anos. Jackson bateu o recorde meses depois, começando com 5 anos. Menos de um ano depois, Sierra o venceu, aos 4 anos. E no final do ano passado, Annalize começou a correr dois meses mais nova que Sierra, aos 3 anos e 9 meses de idade.

Os Stempkes não se propuseram a anotar metas – pelo menos não inicialmente. Os filhos de Stempke também não correm a mando de seu pai. Eles não buscam boa forma física – percorrem 12 ou 13 minutos por lazer, normalmente 1,6 km por dia em família. E eles não tentam promover a disciplina.

Quando eles começaram a correr em família

Darrell e seus filhos começaram com o hábito em 2015, quando Elijah soube que um dos melhores jogadores de sua liga de beisebol costumava correr com o pai. Elijah sabia que Darrell corria (geralmente cerca de 48 quilômetros por semana), então perguntou se poderia participar. Darrell imediatamente começou a incluí-lo.

Um dia, Darrell percebeu que eles correram sete dias seguidos, algo que ele nunca havia feito antes. Elijah queria saber se eles haviam quebrado um recorde, então eles consultaram o Google e encontraram um registro de recorde por correr todos os dias. Elijah decidiu então que queria continuar por pelo menos um ano. Ele e seu pai iniciaram uma tentativa intencional juntos em 18 de março de 2015.

Jackson se juntou a eles quatro meses depois, porque queria fazer parte do grupo da família, diz Darrell. Ocasionalmente, sua mãe, Christina, ou duas irmãs também se juntavam a eles em suas corridas. Embora suas filhas tenham começado com pouca frequência, elas acabaram ficando mais consistentes. Uma vez que eles correram mais ou menos uma semana seguidos por conta própria, Darrell e os meninos conversaram com elas sobre se juntar oficialmente à meta. Então, cerca de um ano depois de sua corrida inicial com os filhos, Annalize e Sierra se juntaram a eles.

Darrell admite que gostou da ideia dos recordes que eles quebrariam em família e como os corredores mais jovens de todos os tempos. (Christina não tem interesse em corridas, ele diz.) Ele não força as crianças a correr, mas as guia — por exemplo, ele desliga a TV se eles se distraírem assintindo a um programa em vez de correr em família.

Exceção que virou regra

A corrida diária dos Stempke agora é uma regra, tanto que quando Darrell teve que interromper a tradição em janeiro devido a um ataque de pneumonia, seus filhos continuaram correndo sem ele (apesar de dois terem chorado por sua ausência). Eles se orgulham do hábito, diz Darrell, e se motivam para continuar indefinidamente. Ameaçá-los com exclusão da corrida diária é, até, sua ameaça parental mais eficaz para convencê-los a fazer as tarefas de casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here