Uma sessão de HIIT já pode impedir o crescimento de células cancerígenas

HIIT e prevenção do câncer
Foto: Shutterstock

A atividade física consistente e de longo prazo tem sido associada à redução do risco de vários tipos de câncer. Mas você não precisa de anos de esforços para obter os benefícios do combate ao câncer. Um novo estudo publicado no Journal of Physiology sugere que até uma única sessão de exercício intervalado de alta intensidade pode diminuir significativamente o crescimento das células cancerígenas do cólon. Entenda como HIIT e prevenção do câncer estão relacionados.

HIIT para corredores: saiba os benefícios e como adicionar aos treinos
Corrida e HIIT têm efeitos antienvelhecimento

Analisando os dados

Os pesquisadores recrutaram homens que tiveram câncer colorretal e fizeram com que eles completassem uma sessão HIIT ou treinassem HIIT regularmente. O grupo de sessão única fez um aquecimento de 10 minutos antes de quatro rodadas de ciclismo. Foram quatro minutos de duração, com três minutos de recuperação entre eles. O grupo de treinamento de curto prazo fez este protocolo três vezes por semana durante um mês.

Imediatamente antes e depois de cada sessão de exercícios, os pesquisadores coletaram amostras de sangue. Eles substituíram o soro das células cancerígenas cultivadas em laboratório pelo soro dos participantes para ver como o exercício afetava o crescimento das células.

O soro coletado antes do exercício não reduziu o crescimento de células do câncer de cólon, mas o soro coletado após a única sessão de treino fez isso imediatamente, sugerindo que o HIIT pode mudar o ambiente das células, então é menos provável que elas cresçam sem controle.

O soro coletado do grupo de treinamento não mostrou diferenças significativas. Assim, eles não tinham mais poder de parar o câncer em comparação ao grupo de sessão única.

Os pesquisadores descobriram que houve elevações em alguns marcadores inflamatórios, conhecidos como citocinas, imediatamente após o exercício. Dessa forma levantaram a hipótese de que foi isso que desempenhou o maior papel na redução do crescimento celular, de acordo com o pesquisador James Devin, fisiologista do exercício da University of Queensland.

HIIT e prevenção do câncer

“Durante o exercício, o músculo torna-se uma fonte primária de liberação de marcadores inflamatórios de citocinas. Eles são conhecidos como miocinas”, disse ele à Runner’s World. “Sabemos que o exercício de intensidade mais alta promove uma resposta muito maior de miocinas. Isso em comparação com exercícios de intensidade moderada”.

Embora o estudo recente tenha envolvido apenas sobreviventes de câncer de cólon, Devin disse que a redução no crescimento de células cancerosas provavelmente não é específica apenas para aqueles que já tiveram câncer. Ele observou que outras pesquisas utilizando técnicas semelhantes e soro de indivíduos saudáveis ​​encontraram reduções no crescimento de células de câncer de próstata.

Mulheres que acordam cedo têm menos chance de ter câncer de mama 

“Sempre haverá diferenças sutis em como os indivíduos respondem ao exercício”, disse ele. “E ainda estamos muito longe de entender como essas respostas observadas no laboratório podem influenciar os tumores colorretais humanos. Mas os resultados atuais são muito estimulantes e sugerem que os efeitos agudos após cada sessão de exercício são de grande importância.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here