Kipchoge faz maratona em menos de 2 horas

Por Brian Dalek e Christa Sgobba, da Runner's World US

KIPCHOGE FAZ MARATONA EM 2 HORAS 3
Foto: Divulgação INEOS 1:59

Depois de meses de planejamento e quase chegar lá em 2017, Eliud Kipchoge correu os 42,2 quilômetros mais rápidos de todos os tempos, diante de milhares de fãs em Viena, na manhã de sábado – e atravessou a barreira aparentemente impossível de duas horas. Exatamente, Kipchoge faz maratona em menos de 2 horas e entra para a história.

O homem de 34 anos do Quênia, que é um monstro na maratona, cimentou ainda mais seu legado, correndo 42 quilômetros em 1:59:40. Kipchoge manteve um ritmo 2min51/km pela distância.

“Eu queria correr menos de duas horas e mostrar que os seres humanos podem fazer um bom trabalho e levar uma boa vida. Isso mostra a positividade do esporte ”, disse Kipchoge.

Kipchoge faz maratona em menos de 2 horas

 

Ver essa foto no Instagram

 

HISTORY!

Uma publicação compartilhada por Eliud Kipchoge (@kipchogeeliud) em

A corrida começou com neblina em Viena, com pouco mais de 4 oC e umidade de 90% – um pouco acima do “ideal” de 80%. Havia 10% de chance de chuva durante o dia, e a chuva fraca começou em cerca de 58 minutos.

O percurso escolhido para o evento foi o parque Prater, em Viena, que foi selecionado após uma pesquisa mundial que utilizou um software para levar em conta fatores como temperatura, umidade, velocidade do vento e altitude para encontrar locais com parâmetros ideais para as corridas.

O percurso teve uma corrida de 1,2 km da ponte Reichsbrücke da cidade até a rotatória de Praterstern, após a qual Kipchoge completou quatro voltas planas de 9,6 km no parque arborizado e um trecho final para atingir a distância da maratona.

Kipchoge faz maratona em menos de 2 horas 2
Evento contou com 41 pacemakers. Foto: Divulgação INEOS 1:59

Mantendo o ritmo

Os pacers fizeram seu trabalho, entrando e saindo na frente e atrás de Kipchoge sem problemas. Ele alcançou a marca dos 10 km confortavelmente em 28min20 – um pouco à frente do ritmo de duas horas – com o passo calmo e o balanço que os fãs estão acostumados a ver do lendário corredor.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por INEOS 1:59 Challenge (@ineos159challenge) em

Ele atingiu a marca de 21 km em 59min35, dando a ele espaço para respirar para alcançar o objetivo de duas horas. E, no total, foi uma corrida em ritmo clínico, com a maior parte de seus splits não oscilando entre 2min48 a 2min52 por quilômetro – do Km 33 ao 40, ele fez cada km em exatamente 2min50.

Em maio de 2017, Kipchoge fez um pouco a mais que as duas horas durante o projeto Breaking2 da Nike. O atleta terminou com um tempo de 2:00:25 em uma pista de corrida em Monza, Itália.

Nas provas oficiais, Kipchoge continuou a ser incomparável. Ele agora detém o recorde mundial oficial da maratona mais rápida com sua performance na corrida de Berlim de 2018, quando seu 2:01:39 terminou a 78 segundos da marca anterior. Ele seguiu em frente ao vencer sua quarta maratona de Londres em abril de 2019. Isso colocou sua sequência de vitórias na maratona em 10 consecutivas, incluindo um ouro olímpico em 2016. 1:59:40 de Kipchoge não será contabilizado para fins de registro, porque não foram seguidas as regras padrão da competição.

Kenenisa Bekele fica a 2s do recorde mundial em Berlim 

Kipchoge faz maratona em menos de 2 horas
FOTO: Reprodução/Instagram/Eliud Kipchoge

Quão provável era isso?

Quando os pesquisadores da Austrália analisaram dados de registros mundiais de maratonas nos últimos 60 anos, concluíram que havia 10% de probabilidade de que uma marca de duas horas caísse em maio de 2032, e apenas 5% de chance de ocorrer em 2024.

“Muitas ideologias têm afirmado que nenhum ser humano quebrará a marca de duas horas. Mas, pessoalmente, eu tenho ousado tentar”, disse Kipchoge em um vídeo da série de documentário do INEOS 1:59 Challenge, que antecedeu o evento. “Estou fazendo isso para fazer história.”

Kipchoge frequentemente compara a quebra das duas horas na maratona ao homem pisar na lua pela primeia vez. Quebrar barreiras que os humanos têm como impossíveis.

Mesmo com a configuração ideal, uma estratégia de abastecimento bem planejada, tênis com alta tecnologia, uma infinidade de pacers e um carro à sua frente, Kipchoge fez o que se propôs a fazer.

E, assim como quando Roger Bannister eclipsou uma marca de quatro minutos na milha (1,6 km) em 1954, Kipchoge inspirou uma nova geração a empurrar seus limites no futuro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here