Homem corre 42K em todos os 196 países do mundo

Por Redação Runner's World Brasil

Homem corre uma maratona por país do mundo
Foto: Reprodução Instagram / @nickbutterrun

Nick Butter, um jovem britânico, recentemente deu um relato muito inusitado à CNN Sports. Isso porque ex-banqueiro largou o emprego há quatro anos para conseguir completar uma maratona em cada um dos 196 países ao redor do mundo. Foi isso mesmo que você leu. Nick correu uma maratona por país do mundo

Dupla bate recorde mundial em cadeira de rodas

Rússia ficará de fora das Olimpíadas de Tóquio 2020

Corredor assedia repórter ao vivo e causa revolta nos EUA

Estudo diz que maconha pode aumentar a vontade de se exercitar

A jornada de Nick começou em Toronto, no Canadá, com um frio de -25ºC. E terminou 674 dias depois, na Maratona de Atenas, conhecida por ser a mais tradicional de todas. Em todos os destinos que parou (lê-se todos os 196 países do mundo), Nick correu percursos de 42K. 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Nick Butter 🏃🏼 (@nickbutterrun) em

Em sua entrevista para a CNN Sports, o atleta conta que não foi nada fácil completar o desafio. “Os pontos baixos da jornada foram bastante extremos. Desde ser atacado e mordido por cães, até ser assaltado com uma faca na Nigéria. Sem contar que fui atropelado por um carro e quebrei meu cotovelo. Mas, na verdade, as doenças foram as piores”, ele relembrou. 

Ao todo, Nick colecionou 455 passagens aéreas (compradas por seu pai no Reino Unido), 120 vistos e 10 passaportes. Além de 22 maratonas com intoxicação alimentar, 4 com infecções nos rins, 101 em jejum e 320 dias sem o uso de analgésicos. Isso tudo deu uma média de duas ou três maratonas por semana — mas o que complicou mesmo, ele disse, foi conseguir chegar nos países dentro do prazo estipulado. 

Como ele conseguiu correr uma maratona por país do mundo

Se Nick enfrentou dificuldades para cumprir os prazos, teve o dobro de trabalho para traçar as melhores rotas que faria em cada lugar. Em muitos dos destinos, ele precisou dar inúmeras voltas em torno de um percurso pequeno — 82 na Cidade do Vaticano, 104 na Embaixada Britânica da Jamaica e 105 dentro de um estádio em Damasco, na Síria. 

Mas o auge, ele contou à CNN Sports, foram as 355 voltas em torno de um estacionamento de hotel nas Ilhas Marshall, onde foi perseguido por uma matilha de cães selvagens. “Quando entrei no meu hotel nas Ilhas Marshall, eles me deram minha chave e um graveto e disseram: ‘Se você for lá fora, precisará do graveto’. Na verdade, há uma grande crise por lá — as pessoas não andam na rua porque os cães são muito violentos”, disse. 

Homem corre uma maratona por país do mundo
Foto: Reprodução Instagram / @nickbutterrun

Nick aguentou temperaturas extremas. Desde o início da sua aventura, em Toronto, até 60ºC no Kuwait, onde ele bebeu 9,5L de água na corrida. Agora, Nick quer fazer as 1600 quilômetros ao redor da Islândia. 

Seu recorde de ser a primeira pessoa do mundo a correr uma maratona em todos os países ainda não foi ratificado. Ele diz que entrará com o processo em breve. 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here