IAAF pode investigar linha Nike Vaporfly após queixas

Por Redação Runner's World Brasil

linha Nike Vaporfly pode ser investigada
Kipshoge usava uma Vaporfly Elite Upper quando quebrou a barreira das 2h nos 42 km. Foto: Nike

De acordo com o portal de notícias The Times, um grupo de atletas de elite prestou uma queixa formal à Federação Internacional de Atletismo (IAAF) contra a linha Nike Vaporfly. Segundo eles, os modelos de alta performance da marca (tanto o Vaporfly 4% e Next%) – utilizados para quebrar muitos dos recordes mundiais atuais – proporcionam vantagens injustas para quem os usa. Em um comunicado emitido ao próprio site, a IAAF respondeu que “estabeleceu um grupo de estudos para considerar as questões”.

Vale lembrar que a linha Nike Vaporfly fez muito sucesso na época em que foi lançada (e faz até hoje) por incluir uma placa de fibra de carbono em todo comprimento da entressola de espuma. O que aumenta a propulsão dos pés a cada passada. O ZoomX Vaporfly, versão mais recente do calçado lançada no início deste ano, ainda possui um material mais respirável, espuma extra e suporte para o calcanhar. 

IAAF define novas regras para mulheres trans

“Os recentes avanços da tecnologia significam que o conceito de assistência aos atletas tem sido objeto de muito debate no mundo do atletismo”, afirmou ainda o comunicado. 

História da linha Nike Vaporfly

Segundo o The Times, desde o primeiro lançamento da linha, em 2016, “o recorde mundial de Dennis Kimetto (de 2h02min57) foi quebrado em cinco ocasiões, todas as vezes por atletas usando a linha Nike Vaporfly”. Vale lembrar, também, que recentemente Eliud Kipchoge foi o primeiro homem da história a correr uma maratona em menos de duas horas. E que Brigid Kosgei, no dia seguinte, quebrou o recorde mundial feminino na Maratona de Chicago. Ambos usavam tênis da linha Nike Vaporfly, sendo que Kipchoge ganhou um protótipo especial para a ocasião.

Nike encerra Oregon Project após escândalo com Salazar

Vaporfly no top 10 masculino

  • 1.º Eliud Kipchoge – Berlim 2018 – Vaporfly Elite Upper;
  • 2.º Kenenisa Bekele – Berlim 2019 – Vaporfly NEXT%;
  • 3.º Eliud Kipchoge – Londres 2019 – Vaporfly NEXT%;
  • 4.º Birhanu Legese – Berlim 2019 – Vaporfly NEXT%;
  • 5.º Mosinet Geremew – Londres 2019 – Vaporfly NEXT%;
  • 7.º Kenenisa Bekele – Berlim 2016 – Zoom Vaporfly 4%;
  • 8.º Eliud Kipchoge – Londres 2016 – Prototipo Zoom Vaporfly Elite.

Vaporfly no top-10 feminino

  • 1.ª Brigid Kosgei – Chicago 2019 – ZoomX Vaporfly Next%;
  • 4.ª Ruth Chepngetich – Dubai 2019 – Zoom Vaporfly 4% Flyknit;
  • 8.ª Tirunesh Dibaba – Londres 2017 – Zoom Vaporfly 4%;
  • 10.ª Brigid Kosgei – Londres 2019 – ZoomX Vaporfly Next%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here