Tudo que você precisa saber sobre a Maratona de Boston

Por Ana Barbosa, da Runner´s World Brasil

História da Maratona de Boston
Foto: Shutterstock

Uma das maratonas mais antigas do mundo, a Maratona de Boston acontece daqui a poucos dias, em 15 de abril. Realizada anualmente, ela acontece desde 1897 e só não é a mais antiga pois a modalidade está presente desde os primeiros Jogos Olímpicos, realizado na Grécia em 1896. Para aquecer, separamos algumas curiosidades sobre uma das mais provas mais prestigiadas do mundo.

Quando tudo começou

A Maratona de Boston é realizada no mesmo dia em que o país celebra o Patriot’s Day, no dia 19 de abril (a única exceção foi quando o feriado caiu no domingo). No entanto, em 1969 o feriado passou a ser na terceira segunda-feira de abril. Desde então, a prova acontece sempre às segundas-feiras.

Batizada com o nome de “American Marathon”, sua primeira edição começava em Ashland e terminava em Boston, eram 39 km. A distância da maratona só passou a ser de 42 km após os Jogos Olímpicos de 1908, em Londres.

Todas as cidades do percurso estão localizadas no estado de Massachussetts, nos Estados Unidos. O percurso passa por bairros e pequenas cidades entre os dois municípios. A linha de chegada é no centro de Boston, no Boston Common. Ele é o primeiro parque público dos Estados Unidos.

História da Maratona de Boston
Foto: Shutterstock

Como participar da prova

Quem sonha em percorrer Boston precisa ter um índice qualificatório que foi estabelecido em 1970. Na época, o atleta precisaria completar o percurso em menos de 4h. Hoje, por exemplo, com as novas mudanças estabelecidas para 2020, os homens de 18 a 34 anos precisam terminar o circuito das provas classificatórias até 3h. As mulheres da mesma faixa etária precisam terminar a prova em até 3h30 minutos.

As provas classificatórias, no caso, são aquelas que têm o selo da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF). Para competir em Boston, o corredor precisa comprovar o tempo em uma outra corrida e realizar a inscrição. A organização da prova precisa checar o registro na hora da seleção dos participantes antes. Se o corredor for  verificado e aprovado, aí sim ele tem a chance de participar desta prova, que está entre as  Major Marathons.

Uma maratona para todo o mundo

Foi apenas em 1972 que a Maratona de Boston permitiu, oficialmente, a participação de mulheres na prova. Por mais que a conquista possa parecer recente, Boston foi pioneira neste quesito. Neste ano, oito competidoras finalizaram a prova.

No começo, a maratona era disputada entre corredores dos Estados Unidos e Canadá.

Hoje em dia, Boston recebe mais de 30 mil corredores de mais de 118 países. Com uma premiação de mais de 870 mil dólares, a primeira vitória de um atleta africano aconteceu em 1988. Desde então, só cinco corredores não-africanos ganharam a prova. Os atletas do Quênia se destacam mais, sendo que um deles é o Geoffrey Mutai, autor do recorde da prova, conquistado em 2011: 2h03m02s

História da Maratona de Boston 2
Foto: Shutterstock

Um dia que nunca será esquecido

Em 2013, a Maratona de Boston foi alvo de um ataque terrorista que chocou o mundo. Um bombardeio matou três pessoas e deixou mais de 260 feridas. A corrida teve de ser cancelada e mais de 5.600 corredores não terminaram a prova.

Desde então, algumas regras de segurança foram estabelecidas. Por este motivo, a dica é que os competidores leiam com atenção o regulamento da prova antes de embarcar.

Atenção para o próximo ano

As vagas para Boston são limitadas e estar dentro dos parâmetros não é um indicativo que você conseguirá participar da prova. A dica que atletas dão é a seguinte: busque estar até dois minutos mais rápido do que a nota de corte. Assim você pode aumentar as suas chances na seleção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here