Maratona olímpica de 2020 pode mudar de local

Por Andrew Dawson, da Runner’s World US

maratona olímpica de Tóquio
Foto: Reprodução Instagram / @tokyo2020

Na quarta-feira (16), o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou uma proposta para mudar o local da maratona olímpica de Tóquio em 2020 para um espaço mais fresco. De acordo com comunicado, a iniciativa tem como objetivo evitar o calor esperado para dia da competição. 

Há algum tempo, os organizadores do evento têm pensado de que forma a alta temperatura esperada para o dia da competição pode afetar a prova – e a saúde dos participantes. Essas preocupações ainda aumentaram após o Campeonato Mundial de Atletismo, que aconteceu em Doha no início de outubro. Lá, os atletas sofreram com condições climáticas semelhantes.  

Mudanças para a maratona olímpica de Tóquio 

Muitos passos já foram dados na preparação para as altas temperaturas do verão de Tóquio. Principalmente por volta de agosto, quando os Jogos serão realizados. Isso incluiu a construção de mais espaços com sombra, a programação dos eventos para horários mais frios (como manhã ou noite) e instalação de sprays e locais com acesso à água. 

Maratona das Olimpíadas de Tóquio começará mais cedo em 2020; entenda

Agora, essa proposta quer que certas provas – incluindo a maratona e a marcha atlética – sejam transferidas para o norte. Mais especificamente para a cidade de Sapporo, sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1972. Segundo o comunicado à imprensa, as temperaturas para o dia da corrida seriam de cinco a seis graus mais frias nessa cidade, localizada a quase 800 km ao norte de Tóquio.

IAAF define novas regras para mulheres trans

“A saúde e o bem-estar dos atletas estão sempre no centro de nossas preocupações”, disse o presidente do COI, Thomas Bach, no comunicado. “Uma série de medidas para proteger os atletas já foi anunciada. A nova proposta de mudar o local da maratona olímpica e da marcha atlética mostram quão seriamente levamos essas preocupações. Os Jogos Olímpicos são a oportunidade de os atletas apresentarem performances únicas. E essas medidas garantem que eles tenham condições de dar o melhor de si.”

Mais mudanças em Tóquio

Espera-se que essa mudança de local seja discutida em uma sessão extraordinária entre 30 de outubro e 1º de novembro. A iniciativa será debatida entre a cidade de Tóquio, a IAAF, os Comitês Olímpicos Nacionais, os serviços de radiodifusão das Olimpíadas e as emissoras detentoras de direitos de transmissão.

Tecnologia detalhará corrida nas Olimpíadas de 2020

As outras mudanças a serem feitas para o restante das modalidades também serão discutidas depois que a instituição Tokyo 2020 of the International Federations divulgou os resultados de uma pesquisa sobre o tema.

“Trabalhamos em estreita colaboração com o COI e Tóquio 2020 sobre as possíveis condições climáticas dos Jogos Olímpicos do próximo ano. E continuaremos a trabalhar com eles na proposta de transferir os eventos com rodagens mais longas para Sapporo”, disse o presidente da IAAF, Sebastian Coe, em um comunicado à imprensa. “Dar aos atletas a melhor plataforma para suas performances no ambiente em que se encontram é central para todos os grandes eventos. Trabalharemos com os organizadores para criar os melhores percursos de maratona olímpica e marcha atlética para os Jogos Olímpicos do próximo ano”.

As Olimpíadas de Tóquio 2020 estão programadas para acontecer entre 24 de julho e 9 de agosto de 2020.

Mostra fotográfica faz homenagem ao BMX nas Olimpíadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here