Mulher vence ultra e falta troféu em categoria masculina

Por Hailey Middlebrook, da Runner’s World US

mulher vence ultramaratona
Foto: Cortesia Ellie Pell/Runner's World US

Mulher vence ultramaratona e falta troféu para categoria masculina. Como isso é possível? Eles tinham um troféu para a primeira mulher de sua categoria e um troféu para o primeiro lugar geral da prova. Aparentemente, eles não esperavam que o primeiro lugar geral fosse uma mulher.

Com ritmo entre 4min20/km e 4min58/km, Ellie Pell estava confortável na competição, mas usou de estratégia para garantir o lugar mais alto do pódio do Green Lakes Endurance Run 50K em Fayetteville, Nova York, no dia 10 de agosto.

“Eu tenho feito esse ritmo nas minhas corridas fáceis, então as duas primeiras voltas pareciam muito suaves”, disse Pell à Runner’s World. “Eu achei que a terceira volta seria a mais difícil, mas não diminui a velocidade. O trecho entre 32 e 48 km é sempre o meu melhor momento em uma ultra, é quando começo a me sentir muito bem. Então a quarta volta foi tranquila.”

Mulheres correm de calcinha e top em movimento body-positive 

Hora da virada

Quando ela se aproximou da estação de ajuda no meio da quarta e última volta, ela viu o líder da prova tomando uma bebida. Então, decidiu que era melhor abrir mão da parada e seguir em frente.

“Passei pelo posto de ajuda”, disse ela. “Geralmente não sou competitiva, mas não havia como perder essa corrida.”

Durante seus últimos seis quilômetros, Pell manteve o ritmo abaixo de 4min20/km, suas divisões mais rápidas da corrida. Ela cruzou a linha de chegada como a vencedora geral em 3:58:37 (ritmo médio de 4min45/km para os 50 km). Atrás de Pell, estava o primeiro lugar na categoria masculino (segundo no geral), Richard Ellsworth. Ele terminou em 4:06:22.

“O diretor da corrida ficou impressionado, já que uma mulher nunca venceu essa corrida antes”, disse Pell.

“Ela é uma corredora incrível”, disse o diretor de corrida Tim Hardy à Runner’s World. “Ellie estava em terceiro, atrás de dois caras durante a maior parte da corrida. Na quarta volta, eu disse a ela que estava a apenas 30 segundos do primeiro lugar. Eu falei: “Você pode acabar com esses caras”.”

Ultracorredora vence prova e quebra recorde com paradas para bombear leite 

Mulher vence ultramaratona e organização fica sem troféu

Infelizmente, enquanto havia um prêmio para o primeiro lugar feminino, não havia um prêmio preparado para o primeiro lugar masculino. Em vez disso, havia apenas um troféu para o vencedor geral – que achavam que seria de um homem.

“Foi ótimo, mas também uma situação embaraçosa”, disse Hardy. “Obviamente, há grandes corredoras, mas você não as vê vencendo muito as ultras. Quando isso acontece, elas ganham dois prêmios.”

Em seu perfil no Twitter, Ellie comentou a situação. “Os tempos estão mudando. Eles não tinham um troféu para o primeiro lugar masculino. Acho que não esperavam que uma mulher fosse a campeã geral.”

Mulheres em ultramaratonas

Depois da corrida, Hardy pediu que o primeiro troféu masculino fosse feito para Ellsworth. Questionado se poderia oferecer troféus masculinos para o primeiro lugar no futuro, Hardy disse que provavelmente não. Em vez de dar mais prêmios, ele está mais interessado em premiar os seis primeiros colocados, independentemente do sexo.

Pell disse que está orgulhosa de como as mulheres estão se saindo em ultramaratonas. “Esta comunidade é fantástica. As mulheres estão ficando mais rápidas ”, disse ela.

“Além disso, a paridade competitiva entre homens e mulheres cresce à medida que a distância da corrida aumenta”, acrescentou Pell. “Há muitas variáveis em um ultra quando comparamos com uma maratona ou corridas de rua mais curtas. Se um cara está tendo um dia ruim em uma ultra e uma garota está tendo um bom dia, ela pode vencer.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here