Oficial é banido após indicar caminho errado a corredor em maratona

Oficial é banido por um ano após guiar um corredor de elite para longe da linha de chegada, no dia 4 de maio.

O queniano Biegon Andrew Kiplangat liderava a Qingdao Marathone acabava de entrar nos últimos 300 metros da prova quando o carro-guia que ele seguia mudou a trajetória, segundo informações do Tencent Sports.

Kiplangat seguiu o guia. Depois, os organizadores do evento voltaram a orientá-lo para o caminho correto e Kiplangat conseguiu vencer a maratona. Apesar do desvio, ele completou a prova em 2:22:17.

O segundo colocado estava a menos de 4 segundos atrás, de acordo com o relatório da Tencent Sports.

Trapaça na corrida: por que amadores jogam sujo quando há tão pouco em jogo? 

Oficial é banido após indicar caminho errado em prova

No dia 10 de maio, a Chinese Athletic Association (CAA) penalizou o oficial Huang Jianyi, proibindo-o de guiar maratonas por um ano. “Em um momento decisivo da prova, ele não guiou corretamente”, dizia o comunicado da CAA.

Corredora chinesa é banida depois de pedalar em maratona

Bandeira atrapalha chinesa que perde primeira posição em maratona

É apenas mais um caso de fraude em maratonas na China.

Fraude na Maratona de Boston 2019: participante teria cortado caminho em prova 

Segundo informações da CNN, em novembro, mais de 200 corredores foram desclassificados de meia maratona em Shenzhen. Após a corrida, os organizadores descobriram que 258 corredores haviam trapaceado. Alguns usaram atalhos enquanto outros contrataram pessoas para correr por eles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here