Rhonex Kipruto quebra recorde mundial nos 10K

Por Taylor Dutch, da Runner’s World US

Recorde mundial nos 10K masculino
Foto: Reprodução Instagram/@kiprutorhonex

Apenas seis semanas depois de Joshua Cheptegei quebrar o recorde mundial nos 10K masculino, Rhonex Kipruto foi lá e superou a marca. O queniano de apenas 20 anos completou a prova 10K Valencia Ibercaja, que aconteceu no último domingo (12), na Espanha, em 26min24.

Ainda em pendência de ratificação para ser considerado o melhor tempo do mundo, o desempenho foi de Kipruto foi 14 segundos mais rápido do que o de Cheptegei — que também foi tão recente que não foi ratificado pela World Athletics. Ambas as vitórias ocorreram em Valência, mas em percursos diferentes.

Além de ter se tornado o corredor dos 10K mais rápido do asfalto, Kipruto é agora o terceiro atleta mais rápido de todos os tempos. Apenas Kenenisa Bekele (26min17) e Haile Gebrselassie (26min22) correram mais rápido na pista.

Recorde mundial nos 10K masculino: como foi a prova

A corrida foi dominada por Kipruto logo que os pacers lideraram o grupo principal dos atletas de elite (por volta do quilômetro 4). Logo, Kipruto alcançou o quinto quilômetro em 13min18 — quebrando o recorde mundial nos 5K! 

Sem adversários próximos, o corredor aumentou ainda mais o ritmo na segunda metade da competição. E a finalizou ainda mais rápido, em 13min06. Contudo, de acordo com as regras da World Athletics, a segunda parcial não é elegível para ratificação. 

O segundo lugar ficou com o queniano Benard Kimeli (27min12) e o terceiro com o suíço Julien Wanders (27min13). 

“Estou na lua”, disse Kipruto à World Athletics. “Quando eu marquei 26min46 em Praga em 2018, estabeleci o objetivo de quebrar o recorde mundial. E hoje meu sonho se tornou realidade.”

Desde que venceu Praga em 2018, Kipruto se tornou um dos atletas mais jovens a conquistar um pódio nos 10K em um campeonato mundial. Em outubro, ele terminou em terceiro nos 10.000 metros no Campeonato Mundial de Atletismo em Doha, no Catar. Cheptegei levou o ouro, mas menos de um segundo à frente do vice-campeão Yomif Kejelcha e dois segundos à frente de Kipruto.

O recorde mundial também foi quase quebrado na corrida feminina. Sheila Chepkirui cruzou a linha de chegada em 29min46 — o recorde atual é de Joyciline Jepkosgei (29:43). Mesmo assim, a corredora melhorou seu recorde pessoal em 11 segundos. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here