Coronavírus: eventos esportivos podem ser cancelados

Por Redação RW Brasil

Tóquio 2020 cancelado? Entenda a situação
Foto: Reprodução Instagram/@tokyo2020

TÓQUIO 2020 CANCELADO? Ontem (26), o primeiro caso de coronavírus foi confirmado em território brasileiro. Hoje (27), acordamos com a notícia que uma mulher no Japão contraiu o vírus pela segunda vez depois de já ter sido curada. Devido à proporção que a doença tomou este ano, alguns eventos esportivos correm o risco de serem adiados ou até canelados. É o caso dos Jogos Olímpicos de Tóquio; o Six Nations (campeonato europeu de rugby); o Giro d’Italia (competição de ciclismo); e o Campeonato Europeu de Futebol.

Leia mais 

+ TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CORONAVÍRUS
+ Coronavírus: Maratona de Hong Kong é cancelada
+ Coronavírus: Mundial de Atletismo é adiado

Os organizadores de todos eles já afirmaram que estão monitorando meticulosamente a situação do número de casos ao redor do mundo.

Tóquio 2020 cancelado? Entenda a situação

Dick Pound, membro sênior do Comitê Olímpico Internacional (COI), disse que se for muito perigoso realizar a Olimpíada em Tóquio, os organizadores provavelmente a cancelarão.

A decisão deverá ser tomada em maio, já que as autoridades esportivas planejam monitorar a propagação do vírus até lá. No momento, o vírus já matou mais de 2.700 pessoas e infectou mais de 80 mil em 41 países e territórios ao redor do mundo.

Em uma entrevista à Press Association, Dick Pound disse: “Mais para frente, teremos que nos questionar: ‘Isso está sob controle suficiente?'”. E continuou: “Muitas coisas precisam acontecer ainda. Precisamos aumentar a segurança, estoque de comida, os hotéis. A mídia toda estará lá.”

Se o COI decidir que Os Jogos não podem acontecer conforme o planejado, Dick explicou que eles provavelmente serão cancelados. Segundo ele, um evento desse tamanho não pode ser simplesmente adiado.

“Há tantas partes em jogo, tantos países diferentes e canais de televisão. Você não pode simplesmente dizer: ‘Nós deixaremos para outubro'”.

Dick continuou explicando que a realocação dos jogos também não seria uma opção, já que “existem poucos lugares no mundo que poderiam pensar em construir instalações em tão pouco tempo.”

Chiba, a cidade ao norte de Tóquio (que está programada para receber o Taekwondo Olímpico, Esgrima, Luta Livre e Surf, além de quatro eventos paralímpicos) acaba de confirmar três novos casos de coronavírus.

Maratona de Londres: situação

Até agora,  12 pessoas morreram na Itália devido ao coronavírus, uma empresa de petróleo fechou suas portas depois que um funcionário contraiu a doença e quatro escolas do Reino Unido fecharam completamente. O Ministério das Relações Exteriores da Inglaterra alertou todos sobre as viagens para a Itália, aconselhando que elas deveriam ser adiadas a não ser que sejam essenciais.

Também foi anunciado que milhares de britânicos deverão passar por testes em meio a temores de que possa haver muito mais casos no Reino Unido do que se sabe.

Faltando apenas 59 dias para a Maratona de Londres, Hugh Brasher, diretor de eventos da London Marathon Events, conversou com a Runner’s World UK. “Nós, juntamente com o resto do mundo, estamos monitorando de perto os desenvolvimentos relacionados à disseminação do coronavírus. E observando as atualizações e os conselhos do governo do Reino Unido, da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de outros órgãos públicos.”

“Faltando dois meses para o evento, em 26 de abril, continuaremos de olho na situação”, continuou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here