Runfit: o que significa e como funciona o ‘retreinamento de corrida’

Por Andreia Miana, colaboradora da RW Brasil

runfit

Hoje se fala muito sobre reeducação ou retreinamento da corrida, o runfit. Mas o que isto realmente significa? É indicado para todo corredor? Melhora a performance na corrida? Previne lesões?

O termo retreinamento da corrida vem da palavra em inglês “gait retraining”  e significa modificar a mecânica do corredor, ou seja, os gestos corporais durante a corrida que podem gerar desequilibrios lesivos ao corredor.

Por que adotar o runfit?

Muitos estudos prospectivos documentaram a presença de uma mecânica alterada na corrida de indivíduos que desenvolviam lesões, sugerindo uma relação causal entre este mecanismo inadequado da corrida e lesões subsequentes.

Um dos desequilibrios mais encontrados é o valgo dinâmico, ou seja, quando os joelhos ficam muito proximos um do outro durante a corrida. Este padrão esta relacionado a algumas lesões importantes no joelhos e quadris, por exemplo. Outro exemplo é o padrão cross over, quando o corredor correr com um pé a frente do outro. Alguns artigos relatam que este tipo de pisada esta relacionada a estresse nas pernas e na lateral dos joelhos.

+ 6 estratégias para acelerar a sua recuperação de lesões

Desta forma, o numero de estudos comprovando que estas alteraçoes na mecânica do corredor são benéficas tem aumentado. Alguns deles comprovaram estas mudanças em relação a diminuiçao do impacto na corrida e diminuição de movimentos inadequados do quadril e pelve durante a corrida.

Um dos métodos mais usados no runfit é o feedback visual: o corredor corre em uma esteira e se vê correndo em tempo real através de uma TV ou um espelho. Então, um profissional treinado corrige seus movimentos de acordo com os desequilíbrios encontrados numa avaliação prévia da corrida. Além deste feedback, na mesma sessao de runfit, o corredor tambem realiza alguns exercicios de fortalecimento e controle do movimento para manter essa nova postura na corrida.

Este método tende a prevenir lesões e melhorar a performance do corredor pois melhora a postura do corredor. Um estudo cientifico recente afirma que o runfit aplicado em corredores novatos diminuiu em até 62% o risco de lesão!”

Runfit: por onde começar?

Antes das sessões de runfit é necessário realizar uma avaliação da corrida. A avaliação dura uma hora e é dividia em 2 partes. A primeira um feedback em tempo real da corrida, onde o correr se vê correndo na TV e vai corrigindo sua postura de acordo com o que encontramos na sua avaliação. A segunda é a parte que realizamos o fortalecimento especifico e/ou exercicios de controle do movimento para manutenção desta nova postura.

O tempo para sentir as mudanças varia de corredor para corredor. Tem corredor que apresenta uma consciência muito boa dos seus movimentos e então faz apenas 2 a 3 sessoes e mantem os treinamentos em casa. Já tem corredores que tem um pouco mais de dificuldade de consciencia corporal, entao fazem até 5 a 7 sessoes.

Bibliografia:

J Orthop Sports Phys Ther. 2015 Aug;45(8):576-84. doi: 10.2519/jospt.2015.5823. Epub 2015 Jul 9.
Am J Sports Med. 2018 Feb;46(2):388-395. doi: 10.1177/0363546517736277. Epub 2017 Oct 24.

Andreia Miana Instituto VITAAndreia Miana é gestora do Laboratorio de Performance do Movimento  (LPM) do Instituto Vita (@lpm.vita). Fisioterapeuta pela UNESP, aprimoramento no laboratório de biomecânica do HSS, Estados Unidos. Especialista em Ciências do Treinamento Desportivo pela UNICAMP e em Fisioterapia Desportiva pela UNESP, mestre em Biomecânica do Movimento pela UNICAMP.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here