Você está saudável o suficiente para não morrer cedo?

Por Danielle Zickl, da Runner's World

saudável o suficiente para não morrer cedo
Foto: Shutterstock

Ter boa capacidade aeróbica é essencial para os corredores. Isso permite que o atleta vá cada vez mais longe em seus treinos. Mas também pode diminuir o risco de morte por doenças cardíacas, câncer e outras doenças. É o que dizem alguns pesquisadores da Espanha. Você treina e tem uma alimentação saudável. Mas você está saudável o suficiente para não morrer cedo?

No estudo, que foi apresentado na European Society of Cardiology’s EuroEcho-Imaging 2018, os pesquisadores analisaram 12.615 participantes entre 18 e 91 anos com doença coronariana ou com suspeita. Os participantes foram submetidos a um teste de esforço ecocardiográfico em esteira. No aparelhos eles eram orientados a caminhar ou correr até o ponto de exaustão.

Os resultados do teste de estresse foram medidos em equivalentes metabólicos (METs), ou o custo energético de uma atividade. Um MET é o equivalente a sentar em repouso, e 6 ou mais METs são o equivalente a atividades que exigem bastante energia, como correr ou pedalar.

Para ter um bom desempenho no teste de estresse, os participantes tinham que atingir 10 METs. Esse é o equivalente a subir três ou quatro lances de escada rapidamente sem ter que parar, ou correr a 10,5 quilômetros por hora, de acordo com o cardiologista Jesús Peteiro-Vázquez, principal autor do estudo.

“Quatro lances de escada representam aproximadamente 20 metros de distância. E a inclinação usual é de 30 a 35%”, disse à Runner’s World. “Portanto, uma pessoa capaz de subir quatro lances de escada, entre 45 e 55 segundos, também seria capaz de atingir 10 METs”.

+ Corrida e HIIT têm efeitos antienvelhecimento

Depois os participantes foram divididos em dois grupo. Aqueles que atingiram 10 METs ou mais foram rotulados com “boa capacidade funcional”. E aqueles que não conseguiram chegar a 10 METs, de “baixa capacidade funcional”.

Saudável o suficiente para não morrer cedo?

Após o acompanhamento com os participantes quase cinco anos depois, os pesquisadores descobriram que aqueles no grupo de baixa aptidão funcional eram mais propensos a morrer de doenças cardiovasculares, câncer ou outras doenças. Na verdade, as pessoas do grupo de baixo condicionamento físico tinham três vezes mais chances de morrer de doenças cardiovasculares. E quase duas vezes mais chances de morrer de câncer durante esse período de cinco anos. Ambos os dados em comparação com o grupo de boa condição física.

E quanto mais condicionados os participantes estavam durante o teste, mais protegidos eles pareciam estar. Cada MET alcançado após a marca de 10 METs estava associado a 9%, 9% e 4% de risco diminuído de cada tipo de doença, respectivamente.

“Nossos resultados aumentam o conhecimento comum sobre os benefícios de estar em forma”, disse Petiero-Vázquez. “A atividade física tem um efeito positivo sobre a pressão arterial e lipídios e, portanto, no sistema cardiovascular. E também reduz a inflamação.”

Isso é importante, uma vez que a inflamação tem sido relacionada ao desenvolvimento de alguns tipos de câncer e doenças cardíacas.

Portanto, continue registrando sua quilometragem para ajudar a reduzir o risco de morte prematura por doenças cardiovasculares e câncer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here