Smartphone ajuda a formar hábitos, diz estudo

Por Danielle Zickl

smartphone
Créditos: Dirima/Shutterstock

Na era da tecnologia, há uma boa chance de você – e a maioria das pessoas que você conhece – acompanhar as corridas, outros exercícios e passos diários usando um dispositivo ou outro. Mas você não precisa comprar um relógio sofisticado ou outro dispositivo que possa vestir para acompanhar com êxito seu progresso. Acontece que o acessório que pode mantê-lo mais responsável já está conectado a você 24 horas por dia, 7 dias por semana: seu smartphone.

Leia Mais
+ Correr com celular: veja as consequências
+ Ficar muito tempo no celular aumenta risco de obesidade
+ 6 formas que seu celular pode prejudicar seus treinos

Uma nova pesquisa, publicada no JAMA Network Open, descobriu que as pessoas que usam seus smartphones para rastrear suas atividades têm maior probabilidade de continuar fazendo isso por um longo período de tempo do que as pessoas que usam dispositivos “vestíveis”, como relógios.

Smartphone: como funcionou a pesquisa

O estudo acompanhou 500 participantes. 250 acompanharam suas atividades usando smartphones. E 250 usando dispositivos vertíveis – que foram admitidos em dois hospitais diferentes da Filadélfia por um período de dois anos; cada pessoa foi monitorada por seis meses após a alta inicial. Aqueles que rastrearam suas atividades usando seus smartphones tiveram 32% mais chances de enviar sua contagem diária de passos nos seis meses após receber alta do hospital do que aqueles que usavam um rastreador de fitness vestível.

“Acreditamos que a maioria das pessoas já carrega seus smartphones e esse hábito pode facilitar o uso deles para rastrear suas atividades”, disse Mitesh S. Patel, principal autor do estudo e diretor da Penn Medicine Nudge Unit.

Se você não conhece os rastreadores de fitness, talvez não queira pesquisar e comprar um. Mas a maioria dos adultos já possuem smartphones, acrescenta Patel. Por isso são uma boa ferramenta para rastrear níveis de atividade por longos períodos de tempo. E depois de fazer um smartphone fazer parte da sua vida, é provável que você continue atualizando-o.

Isso não quer dizer que um rastreador vestível possa não ser uma boa escolha em algum momento da estrada, mas, de acordo com Patel, “[as pessoas] podem começar a usar seus smartphones e depois decidir se outras informações dos vestíveis – como sono ou batimentos cardíacos – são precisos.”

A conclusão? Se você ainda não deseja comprar um rastreador de fitness, seu smartphone é uma opção extremamente viável e precisa para responsabilizá-lo pelos seus objetivos de corrida e fitness.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here