Por que sofro com suor excessivo?

Por Ashley Mateo, da Runner's World US

Suor excessivo: por que acontece comigo?
Fot: Shutterstock

Parte da diversão da corrida no calor é reclamar do suor excessivo. Sentimos informar, mas sair pingando faz sim parte do esporte – há chances de você suar mesmo correndo nos dias frios. E é também uma função corporal super importante! Sua capacidade de suar é o que impede você de superaquecer. Desse modo, você consegue terminar os treinos em execução.

Mas se você está preocupado com o fato de que parece que tomou uma chuva enquanto seus colegas nem sequer começaram a se molhar, veja o que os especialistas têm a dizer.

Suas tatuagens fazem você suar menos?

Qual é o ponto ideal de sudorese, afinal?

Suar é o jeito do corpo de se resfriar naturalmente. “Pense na transpiração como o sistema de ventilação do corpo”, explica Peter Bidey, professor da Philadelphia College of Osteopathic Medicine, nos Estados Unidos. 

Quando o seu corpo começa a aquecer – seja devido a uma mudança na temperatura corporal, na temperatura externa ou em resposta ao estresse, digestão, medicamentos ou doenças – o sistema nervoso central envia sinais para as glândulas sudoríparas em todo o corpo. O resfriamento acontece quando “o calor da superfície da pele se dissipa ao evaporar o suor“, diz David Lortscher, dermatologista e CEO da Curology.

Existem dois tipos de transpiração: sudorese termorreguladora e emocional. “A transpiração emocional ocorre como uma resposta ao estresse e outros estímulos emocionais”, diz Lortscher. “Isso porque o estresse ativa o hipotálamo, que funciona como um centro de regulação térmica do corpo”, explica Osita Onugha, cirurgião do Programa de Hiperidrose do Providence Saint John’s Health Center, nos Estados Unidos. “Durante o estresse, o hipotálamo envia sinais de neurotransmissores para as glândulas sudoríparas apócrinas. O que estimula a produção de suor“.

Por que algumas pessoas têm suor excessivo?

Uma pessoa transpira em média entre 800 ml e 1,4 litro durante um treino de uma hora. Mas como algumas correm mais rápido que outras, elas suam mais. “Seu corpo está realmente suando continuamente durante todo o dia”, explica Bidey. “Você simplesmente não nota as gotas de suor e o acúmulo delas em suas roupas até que a taxa de evaporação seja ultrapassada pela sua taxa de transpiração ou produção de suor“.

O suor excessivo pode ser afetado pelo seu peso, idade, sexo e níveis de estresse. Quanto mais pesado, velho e estressado você é, mais suor você provavelmente irá produzir. Além disso, não é necessário um especialista para lhe dizer isso, mas os homens tendem a suar mais do que as mulheres. “Os homens são maiores, então suas glândulas sudoríparas precisam trabalhar mais para resfriar a superfície da pele”, diz Lortscher.

Agora se você nota o suor excessivo em áreas específicas do corpo, como no cabelo mesmo durante a corrida leve, provavelmente é devido à hiperatividade de certas glândulas sudoríparas. “Algumas pessoas têm um número maior de glândulas sudoríparas hiperativas. Como resultado, suam excessivamente mais que outras”, diz Bidey.

Não há maneira objetiva de saber se você tem suor excessivo, diz Onugha. Mas se a transpiração afetar sua capacidade de realizar atividades diárias (como segurar uma caneta ou usar chinelos), é provável que você faça parte de 1% da população com hiperidrose. É uma condição de suor excessivo nas mãos, axilas e pés que começam assim que você acorda e param enquanto dorme, diz Onugha. “Não está claro o que faz com que as pessoas suem anormalmente, embora uma certa porcentagem de pessoas com hiperidrose também tenha conexões nervosas anormais”, acrescenta.

Quais são as desvantagens do suor excessivo?

Bem, há o óbvio: o cheiro. Você tem dois tipos de glândulas sudoríparas: écrinas e apócrinas. “O suor de suas glândulas écrinas é inodoro”, diz Bidey. “Mas o de suas glândulas apócrinas é geralmente um pouco mais grosso. Como se decompõe e se mistura com bactérias encontradas em seu corpo, pode produzir um odor corporal.”

Quando a transpiração se mistura com bactérias, também pode causar descolorações grosseiras ou amarelamento das roupas. É por isso que você pode querer evitar treinar com cores claras. 

Depois, claro, há a acne. “Exercício e suor não causam acne”, explica Lortscher. “As glândulas écrinas produzem suor e as glândulas sebáceas produzem sebo, ou óleo. Então, uma coisa não necessariamente tem a ver com a outra. No entanto, a umidade produzida pode estimular a proliferação de bactérias causadoras de acne. ”É ainda mais provável se houver atrito”, diz ele. Como o contato do top nas costas ou nos ombros.

7 coisas que você saber antes de sair para treinar no frio

O que você pode fazer sobre isso?

A transpiração é necessária para evitar o superaquecimento, mas se você sentir que está tendo suor excessivo, há algumas coisas que você pode fazer para secar.

Primeiro, a hiperidrose pode até ser rara. Mas questões genéticas, alguns medicamentos (como antidepressivos, remédios para enxaqueca e analgésicos opiáceos) e condições subjacentes (incluindo diabetes, doenças da glândula tireoide e gravidez) também podem levar à sudorese anormal. Se a sua quantidade de transpiração está afetando sua qualidade de vida, você deve ir ao médico para entender a real causa do problema. 

Um desodorante ou antitranspirante podem reduzir o odor ou a visibilidade do suor. “O objetivo do desodorante é mascarar o ‘odor’ com uma fragrância. Já o objetivo de um antitranspirante é fazer parar de suar ”, diz Onugha. “Quando você olha de perto os ingredientes, antitranspirantes geralmente têm um metal como alumínio ou zinco, que bloqueia os poros liberadores do suor“.

Há também antitranspirantes prescritos, que podem ser usados ​​para diminuir a produção de suor em excesso. Além de injeções de botox, usadas em locais de alta produção de suor no corpo (como axilas ou couro cabeludo) para diminuir a transpiração excessiva.

Caso contrário, existem algumas mudanças práticas fáceis que você pode fazer para evitar. “Tome um banho assim que possível após a atividade física”, diz Lortscher. “Evite usar roupas sintéticas, pois elas não permitem tanta ventilação quanto o algodão ou o bambu. Por fim, evite roupas excessivamente apertadas que podem roçar a pele e provocar ainda mais irritação. E se você estiver praticando exercícios outdoor, escolha roupas de cores claras. Cores mais escuras absorvem mais raios solares e aquecem mais sua pele.”

Há mais uma coisa: quanto mais você corre, mais eficiente o seu corpo se torna. O que significa que você ficará menos superaquecido não terá suor excessivo. Por isso, não use a temperatura como uma desculpa para você não ir aos treinos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here