Thiago Braz é bronze

Brasileiro ficou atrás de Renaud Lavillenie, que terminou com o ouro

Por Thuany Coelho – Redação

Thiago Braz e Renaud Lavillenie se reencontraram nesta quinta-feira (1) pela primeira vez depois do brasileiro ser campeão olímpico do salto com vara no Rio. E, dessa vez, o francês levou a melhor. Ele dividiu o ouro da etapa de Zurique da Diamond League com o norte-americano Sam Kendricks, bronze na Olimpíada. Thiago terminou na 3ª posição, depois de desistir de saltar quando o sarrafo estava a 5,90 m.

O brasileiro começou a saltar na altura de 5,52 m e fez sete saltos até conseguir passar a marca de 5,84 m. Depois dessa altura, ele abandonou a prova alegando cansaço. Em coletiva depois da prova, ele descartou que o motivo para a desistência seja uma lesão. Restaram, então, apenas Kendricks e Lavillenie. Os dois ultrapassaram os 5,90 m e falharam com o sarrafo a 6,01 m, dividindo a primeira posição. Lavillenie só precisava competir na etapa de Zurique para ganhar o título da temporada de 2016 da Diamond League. O francês venceu as sete edições da competição.

Como o foco de Thiago este ano era na Olimpíada, esta foi a única etapa da Diamond League da qual ele participou e se mostrou cansado nos primeiros saltos, demorando a acertar seus saltos. Nos Jogos do Rio, o brasileiro foi ouro, fez a melhor marca da vida e bateu o recorde olímpico ao saltar 6,03 m. Foi a única medalha do Brasil no atletismo na Rio-2016. Lavillenie, recordista mundial com 6,16 m, era o grande favorito na prova. Depois de perder, reclamou muito das vaias da torcida brasileira durante a competição.

Mais dois brasileiros participaram dessa etapa da Diamond League. Fernanda Borges ficou em último no lançamento de disco, alcançando 52,11 m e Darlan Romani terminou em 8º no arremesso de peso, com a marca de 20,19 m.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here