Dieta pobre em gordura diminui níveis de testosterona

Por Selene Yeager, da Bicycling US

Dieta com pouca gordura
Foto: Shutterstock

Graças às tendências de alimentação como a dieta cetogênica, as gorduras deixaram de ser odiadas e agora estão de volta aos pratos de todo mundo. Contudo, há uma evidência científica pela qual os homens devem querer consumir mais o macronutriente: os que seguem uma dieta com pouca gordura e baixas calorias correm o risco de ter seus níveis de testosterona diminuídos. Especialmente se eles têm um peso saudável, apontou uma nova pesquisa. E isso é muito significativo para os atletas de resistência, como os corredores, uma vez que eles já têm a tendência de ter níveis mais baixos do hormônio no corpo.

Leia mais 

+ Café da manhã melhora o desempenho, diz pesquisa
+ Receita de bolo de ricota com limão
+ Maca peruana: é afrodisíaca? Saiba os benefícios

Como foi feita a pesquisa

O estudo, publicado no The Journal of Urology, examinou a relação entre dietas populares e níveis de testosterona em 3.128 homens com idades entre 18 e 80 anos. Os dados foram retirados do National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES), e incluíram o histórico dietético e testes de testosterona de todos os participantes.

“Descobrimos que os homens que aderiram a uma dieta com pouca gordura tinham menores volumes de testosterona sérica no organismo do que aqueles com uma dieta não-restritiva”, afirmou o principal autor Jake Fantus, mestrando em urologia da Universidade de Chicago.

Os níveis de testosterona masculina caíram cerca de 1 a 2% ao ano após os 40 anos nos pacientes. Embora esse declínio seja natural, alguns sintomas podem aparecer se os níveis ficarem muito baixos. Isso inclui fadiga, perda muscular, depressão, disfunção erétil e baixo apetite sexual, entre outros problemas de saúde.

Dieta com pouca gordura e testosterona: o que isso significa

O volume considerado normal para a testosterona em um homem adulto é de 300ng/dL a 1.000ng/dL. Quando o número está menor do que 300, é preciso suplementação.

Excesso de peso aumenta o risco de baixa testosterona. Pesquisas mostram que homens que são 20% mais pesados ​​do que o considerado ideal têm níveis de testosterona 30% mais baixos do que os homens magros.

A combinação exercícios + emagrecimento, para quem está acima do peso, geralmente ajuda a aumentar os níveis de testosterona. Mas a influência que a alimentação tem nesse processo ainda não está completamente clara para a ciência.

Poréns

O estudo do Journal of Urology foi originalmente projetado para examinar os efeitos de quatro dietas nos níveis de testosterona dos homens. A primeira era a dieta com pouca gordura (que utiliza menos de 30% do macronutriente no cotidiano); com baixo teor de carboidratos (menos de 20 gramas dele por dia); mediterrânea (40% de gordura); e uma dieta não restritiva. Contudo, um dos grupos (o da dieta cetogênica) não tinha participantes suficientes para embasar os resultados. Desse modo, ela não foi incluída nas conclusões finais.

O nível médio do hormônio de todos os pacientes da pesquisa foi de 435,5ng/dL. E os resultados foram notavelmente mais baixos em dois grupos: o da dieta com pouca gordura (411ng/dL) e mediterrânea (413ng/dL).

Depois que os pesquisadores ajustaram os dados para fatores que poderiam afetar os resultados, incluindo idade, índice de massa corporal (IMC), frequência de atividade física e condições médicas, a dieta com pouca gordura foi significativamente associada à redução da testosterona. Embora a dieta mediterrânea não.

Dieta com pouca gordura e testosterona: conclusões

Os cientistas ainda não esclareceram quão significantes são essas pequenas diferenças de testosterona entre as dietas. E é importante lembrar que os os benefícios da perda de peso podem superar o pequeno declínio associado a seguir uma dieta com pouca gordura. “No entanto, se você já está ativo e não está tentando perder peso, é melhor apostar em uma dieta com mais gorduras para manter a saúde”, disse Fantus à Bicycling US.

“Em homens com peso normal, especialmente corredores e ciclistas, adotar uma dieta com pouca gordura (sem o benefício de perder peso) pode levar a níveis mais baixos de testosterona”, diz ele. “Embora a redução não seja substancial, para aumentar os níveis de testosterona e melhorar a aptidão cardiovascular, encontrar uma dieta menos restritiva pode ser o ideal.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here