Reconhecimento facial na Maratona da China promete barrar trapaceiros

Por Jordan Smith, da Runner's World

Este ano, a Maratona Internacional de Hangzhou, realizada em 4 de novembro, vai fazer uso da tecnologia para reprimir trapaceiros. É o reconhecimento facial na Maratona da China.

Um novo software será usado em uma tentativa de evitar fraudes, presumivelmente de corredores que trocam os números de peito ou usam aqueles que não são deles.

A Alisports, divisão esportiva da empresa de comércio eletrônico chinesa Alibaba será responsável pelo software.

Eles vêm testando softwares de reconhecimento facial em tudo, desde pagar com um sorriso até fazer o check-in em um hotel.

E agora pretendem usar o software para capturar trapaceiros na maratona.

Yang Yong, gerente geral do projeto de corrida na Alisports disse que Hangzhou aumentará o uso da tecnologia na corrida deste ano.

No ano passado, o software de reconhecimento facial apareceu na Meia Maratona de Pequim. Ao todo, 20.000 participantes fizeram a varredura biométrica antes da corrida.

Muitos corredores chineses vinham trocando números de peito, em parte por causa do “medo do fracasso” alimentado pelas redes sociais.

Ainda não há informações sobre se o software de reconhecimento facial chegará às corridas norte-americanas ou latinas.

Mas não espere até que aconteça: faça sua própria corrida, do começo ao fim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here