Corredores serão mais rápidos do que carros e ônibus, diz pesquisa

Por Ben Hobson, da Runner's World UK

corredores serão mais rápidos do que carros 2
Foto: Shutterstock

Um estudo divulgados pelo aplicativo Strava mostra que em pouco tempo será melhor ir correndo ao trabalho do que de carro. E não vai demorar muito não. Segundo a pesquisa, em menos de dois anos corredores serão mais rápidos do que carros.

Corredores mais rápidos do que carros

Em cidades do Reino Unido, por exemplo, isso já é real. Por lá existem áreas e rotas onde isso já acontece. Dados do Transport for London mostram um declínio constante na velocidade média no centro de Londres nos últimos seis anos. As informações foram levantadas entre 7h e 19h. No ritmo atual, esse congestionamento se tornará tão ruim que, até 2020, a velocidade média de corrida (atualmente 10,8 kph) excederá a velocidade média do tráfego (12,4 kph em 2018).

corredores serão mais rápidos que carros

“Visite algumas das principais cidades do mundo. Você verá uma mudança real na forma como as pessoas estão se locomovendo. A ascensão do ciclo de deslocamentos está bem documentada. Mas os dados da Strava revelaram uma ascensão meteórica dos corredores britânicos em Brighton a Belfast. Além de Londres, onde a poluição e a velocidade são mais desafiadoras ”, comenta Gareth Mills, gerente da Strava no Reino Unido.

Dados compartilhados

A Strava disponibiliza os seus dados através do Strava Metro para planejadores urbanos e municipais em todo o mundo.

Afinal, milhões de pessoas correm com o Strava toda semana através de seu smartphone ou dispositivo GPS. A Metro agrega esses dados e os torna anônimos. Em seguida, faz parcerias com departamentos de transporte e grupos de planejamento urbano para melhorar a infraestrutura para ciclistas e pedestres.

+ 6 dicas para começar correr

Um desses usuários dos dados do Strava Metro é a University of Glasgow’s Urban Big Data Centre (UBDC).

“A Strava é uma empresa com um forte compromisso de usar os dados do aplicativo para o bem público. Ele também encoraja as comunidades de usuários que surgem em torno do uso do aplicativo a apreciar como compartilhar seus dados de viagem (corrida ou caminhada) para ajudar os planejadores de todo o mundo a tornar as viagens melhores e mais sustentáveis”, analisa Sarah Currier, gerente de projetos do Big Data Center Urbano.

Se você ainda não conhece o Strava, acesse www.strava.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here