Mulheres correm escada de Rocky Balboa por 24 horas

Por Derek Call, da Runner's World

À esquerda Cindy Brown e, à direita, Sophorn Choup. Foto: Reprodução/Runner's World

Todos os anos turistas vão a Filadélfia subir os degraus do Museu de Arte da cidade, reproduzindo a clássica cena de Rocky Balboa. Mas este ano uma grupo de treino resolveu ampliar essa tradição: fazer o percurso por um dia inteiro. No entanto, duas mulheres foram além, subiram e desceram a escada de Rocky Balboa por 24 horas direto, sem pausa.

Nomeada PHL24 Stair Climb, a iniciativa da CoreFitness buscava arrecadar fundos para o grupo Legacy of Hope, que ajuda pacientes com câncer e suas famílias.

A ideia surgiu quando uma das fundadoras da empresa, Gina Mancuso, conversava com uma amiga que estava com o câncer. “Ela disse: ‘Existe, você só não sabe ainda'”, disse Mancuso. “Eu acho que ela sabia o quanto eu amo esses degraus… Eu nunca quero esquecer o quão especial é ser capaz de vir aqui e subir e descer as escadas.”

Ao longo do dia, dezenas de pessoas foram incentivadas por bandas e turistas. Um casal subiu e desceu os degraus 100 vezes. Por volta da meia noite, apenas duas corredoras permaneciam no local, Cyndy Brown, co-fundadora da CoreFitnnes, e Sophorn Choup, ultramaratonista que perdeu uma amiga, vítima de câncer de mama.

Sophorn Choup (à direita) e Cindy Brown. Foto: Reprodução/Runner’s World

“Meus quadris estão me matando um pouco”, relatou Brown, depois de 17 horas de desafio.

Ao todo, 300 pessoas passaram pela escada de Rocky Balboa e mais de 30 mil dólares foram arrecadados. Já há planos para uma nova ação em 2019.

No final do dia, Choup havia completado 780 viagens e Brown 600 subidas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here