Tontura durante o treino? Seus níveis de sódio podem ser os culpados

Por Danielle Zickl, da Runner's World US

excesso de sódio e tontura
Foto: Shutterstock

Como corredores, sabemos que os eletrólitos, em especial o sódio, nos ajudam a abastecer nossos passos. Mas, se você não tiver o suficiente, poderá sentir cãibras musculares ou espasmos, perda de energia e náusea. No entanto, o excesso de sódio pode levar a alguns efeitos colaterais indesejados. É o que diz um novo estudo publicado no Journal of Clinical Hypertension. E não apenas para o seu coração.

No estudo, os pesquisadores cruzaram os dados do estudo DASH-Sodium, que foi realizado entre setembro de 1998 e novembro de 1999, e analisaram como o sódio afeta a pressão sanguínea. Cada um dos 412 participantes do estudo teve que seguir ou a dieta das Abordagens Dietéticas para Parar a Hipertensão (DASH) – rica em grãos integrais, frutas, verduras e laticínios com baixo teor de gordura; ou uma dieta típica ocidental, que inclui muitos alimentos processados, carne vermelha e açúcar.

Todos comeram cada um dos três níveis de sódio (de 1.500, 2.300 e 3.300 miligramas por dia, variando ligeiramente devido ao nível de atividade e peso corporal) em uma ordem aleatória por quatro semanas. Metade dos participantes ingeriu esses níveis de sódio enquanto ingeria alimentos que correspondiam à dieta ocidental, enquanto a outra metade ingeria esses níveis de sódio comendo alimentos da dieta DASH.

Os participantes também foram solicitados a responder se estivessem incomodados com tontura em cada nível de sódio. E, em caso afirmativo, se era leve, moderado ou grave.

Sinal vermelho: 5 razões para interromper a sua prova 

Excesso de sódio no organismo

Os pesquisadores descobriram que não houve relação entre a ingestão de sódio e tontura quando as pessoas comeram a dieta ocidental altamente processada. Mas quando eles estavam comendo a dieta DASH saudável, outro quadro surgiu: pessoas que comiam mais sódio em DASH eram mais propensos a experimentá-lo. De fato, 15% das pessoas no grupo de sódio mais alto sofreram tontura, que foi a maior ocorrência. A ligação também foi mais forte em pessoas mais jovens e aqueles eram obesos, segundo o estudo.

Embora os autores do estudo não sejam 100% certos os pesquisadores têm algumas teorias. Uma delas é que uma maior ingestão de sódio pode aumentar a pressão sanguínea em repouso, o que pode causar maiores flutuações quando em pé. O resultado? Tontura.

Os resultados podem ser particularmente importantes para os corredores, uma vez que consomem sódio regularmente – e tendem a dar importância à alimentação saudável, incluindo os tipos de alimentos comumente associados à dieta DASH.

“Nossas descobertas questionam noções tradicionais sobre o valor do sódio na vida diária e destacam como seus efeitos podem variar com base no peso corporal, idade e dieta”, afirma Stephen P. Juraschek, coautor do estudo e médico da Beth Israel Deaconess Medical Center, à Runner’s World. “A maioria dos americanos consome bem mais que a quantidade recomendada de sódio. O que tem efeitos negativos sobre a saúde cardíaca a longo prazo. Muitas vezes, os atletas são expostos a mais sódio, porque consomem mais calorias para seus treinos. ”

Juraschek recomenda até 2.300 mg de sódio por dia para ajudar a diminuir o risco de pressão alta, que também tem sido associada a mais sódio.

A grande questão? Embora o sódio seja necessário para as suas corridas, o excesso ainda o coloca em risco por problemas de saúde como tontura e pressão alta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here