Um senhor exemplo

Ele tem 72 anos e queria correr 160 km em 30 horas. Será que conseguiu?

Por Thuany Coelho – Redação

Imagine completar uma ultramaratona de 100 milhas (160 km) e ainda aos 72 anos? Pois Wally Hesseltine decidiu encarar o desafio na tentativa de se tornar o mais velho corredor a terminar a Western States 100-Mile Endurance Run. Segundo o regulamento do evento, o norte-americano precisava finalizar a prova em menos de 30 horas para alcançar o feito. A jornada se transformou no documentário de 12 minutos chamado ‘Thirty Hours’, idealizado por Alex Massey e Lucas Vasquez.

Hesseltine tinha 37 anos quando começou a correr para entrar em forma. Três meses depois, em outubro de 1981, já fazia sua primeira maratona. Nos últimos 35 anos, correu pelo menos uma prova por mês. “Nunca perdi um mês”, diz no documentário. “Às vezes eu fazia uma prova curta no começo para garantir que cumpriria o objetivo mesmo se não terminasse a longa no final”.

Leia mais:
+ 4 lições de corredores experientes

O norte-americano, que diz já ter feito 175 ultramaratonas, demorou sete edições para conseguir uma vaga no tradicional evento realizado na Califórnia (EUA) em meio a montanhas e matas. E chegou muito perto de alcançar seu objetivo. Wally concluiu o percurso em 30h01min56, atrapalhado também por uma queda perto da linha de chegada.

Mas a jornada de Wally para se tornar a pessoa mais velha a finalizar a prova continua. Um corredor que havia garantido presença para a edição do ano que vem deu sua vaga para o norte-americano. “Eu quero continuar correndo até o dia da minha morte”. Você pode assistir ao documentário (em inglês) acima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here