Desafio K42: conheça os quatro maratonistas que estão no páreo

Atletas amadores vão correr a Maratona de Curitiba em busca do melhor tempo da carreira

O Desafio K42, parceria entre a Runner’s World Brasil e a Saucony, selecionou quatro atletas amadores – dois homens e duas mulheres – para tentar melhorar o próprio tempo na Maratona de Curitiba, em novembro, e seguir com os treinos rumo à Maratona de Ottawa, no Canadá, em 2018. Todas as etapas do Desafio estão descritas neste link.

Leia mais: 

+ 8 mulheres que mudaram a história da corrida no Brasil
+ Fuja da fisioterapia, consulte um fisioterapeuta

Os quatro corredores já estão treinando forte para a Prova de Fogo, em que apenas o homem e a mulher que tiverem a melhor marca em Curitiba vão continuar no Desafio. Até lá, os leitores da Runner’s vão poder acompanhar a evolução dos atletas em nosso site e redes sociais. A seguir, conheça a um pouco da trajetória de cada um deles:

1César Martins

Idade: 46 anos

Cidade atual: São Paulo, SP

Melhor tempo: 2h23min – Maratona de Houston, 2015

Profissão: Engenheiro

César começou a correr em 1986, quando ingressou no ensino técnico federal em São Paulo. Até 1995, quando se formou na Escola Politécnica da USP, sua dedicação era quase exclusiva aos estudos, mas sem deixar de lado a paixão pela corrida.

Hoje, costuma treinar nas pistas do São Paulo Futebol Clube, de que é sócio. Já foi reconhecido na mídia como “um dos melhores amadores do Brasil”, por conta de seus tempos incríveis mesmo sem dedicação exclusiva ao esporte. Mas isto não o faz perder a humildade no dia-a-dia: “Muitos dos meus colegas de trabalho nem sequer sabem que eu pratico corrida”, diz.

2Alessandro de Souza:

Idade: 32 anos

Cidade atual: São José dos Pinhais, PR

Melhor tempo: 2h24min – Maratona de Hannover, 2016

Profissão: Manobrista

Nos nove anos como militar no Exército Brasileiro, Alessandro teve o tempo e a disciplina necessárias para tornar-se um corredor. O esporte sempre esteve em sua veia – seu sonho de criança era tornar-se jogador de futebol –, mas o atletismo veio de surpresa. “Deus me deu este talento e agradeço a Ele”, diz.

Para correr maratonas fora do Brasil, Alessandro já teve que trabalhar em dois empregos e, claro, conciliar esta rotina com os compromissos familiares e a corrida. Agora, no Desafio K42, surge uma possibilidade de ir para a Maratona de Ottawa, no Canadá, mas o corredor sabe que não será fácil: “Vou manter o foco na maratona independente de qualquer coisa”.

3Noeme Pereira

Idade: 41 anos

Cidade atual: Araraquara, SP

Melhor tempo: 2h57min – São Paulo City Marathon, 2017

Profissão: Educadora física

Quando caminhava por um bosque em 2004, Noeme foi surpreendida por um professor de corrida que lhe disse que ela “levava jeito para a corrida”. Ele propôs um desafio na hora para que ela corresse 400m: “quase morri, mas aí continuei me desafiando”, diz a corredora.

Naquele momento já surgiu um desejo de se tornar maratonista, mas, por conta da rotina de trabalho, o sonho foi adiado até 2015, quando completou sua primeira Maratona. “Não foi uma experiência muito boa, pois doía tudo, mas continuava a motivação de superar os meus limites”, diz a corredora. Hoje, ela já está mais acostumada a esse tipo de prova: “a distância de 42 km está correndo em minhas veias”.

4Ana Cláudia Jesus

Idade: 29 anos

Cidade atual: São José, SC

Melhor tempo: 2h57min – Maratona de Florianópolis, 2017

Profissão: Professora

Na escola estadual onde Ana Cláudia estudava aos onze anos de idade, existia apenas uma quadra, em condição precária, para atividades físicas. Para driblar esta dificuldade, o professor de educação física propôs aos alunos uma corrida ao redor da escola e ela já se destacou neste primeiro momento.

Desde então, Ana Cláudia saiu correndo para não parar mais: começou a treinar por outra escola próxima, que tinha melhores condições para atletas. Aliou a rotina de professora em um projeto social com os treinos e logo chegou aos 42 km com tempo de dar inveja a muito corredor.

  • Julio Cesar Kujavski

    Melhorar o tempo pessoal logo na Maratona de Curitiba ?

    Resposta: Impossível.