Com qual perna você corre?

A perna de apoio é mais importante do que você imagina

Foto: shutterstock.

– Com qual perna você corre?

– Com as duas, ora!!!! Que pergunta idiota!! – responderá qualquer pessoa que já tenha passado dos 2 ou 3 anos de idade.

Pois digo a você que quase a totalidade das pessoas que já avaliei corre com a perna “da frente” ou a perna que está no ar (em linguagem biomecânica chamamos de perna de oscilação). Porém, a perna que corre é a perna que está no chão (perna de apoio). Como assim? Do que você está falando?

Leia mais:

Aprenda um exercício de sustentação para melhorar sua corrida
Pensar pra correr ou correr pra pensar?

Já dissemos nos posts anteriores que a corrida é o ato de se sustentar e de se propulsionar para a frente, não é? Pense. Qual das duas pernas tem a possibilidade de te sustentar e de te empurrar para frente? Pois é, a perna que está no chão. Só ela consegue te sustentar e empurra o chão para trás para que você vá à frente.

Tá bom, mas o que isso muda? Quem corre com a perna de oscilação faz a passada com a intenção de levar esta perna o mais à frente que der. Abre a passada para tentar correr mais. E comete o maior e mais frequente erro que observo na corrida, que é tocar o pé no chão à frente da linha do corpo. O certo é tocar o pé embaixo do corpo. Quem corre com a perna de apoio foca o movimento em empurrar o chão para trás.

Então, fica a dica, não se esforce para abrir a passada levando a perna à frente. Jogue o chão para trás, uma perna após a outra. Em alta frequência de passadas. E este será o tema do próximo post. Até lá. Cresce!

CassioCássio Siqueira é supervisor de fisioterapia do esporte do curso de fisioterapia da USP e fisioterapeuta da Care Club, onde trabalha com reeducação funcional de corredores. É formado em fisioterapia na USP, com especialização em fisioterapia no esporte e fisioterapia em neurologia, mestre e doutorando em ciências da reabilitação também pela USP.

COMPARTILHAR